Cartão de crédito está se tornando umas das principais causas de endividamento dos brasileiros no país.



O endividamento entre os brasileiros cresce a cada dia e o cartão de crédito é um dos principais motivos. No entanto, à medida que a tecnologia progredia, o método de pagamento tornou-se indispensável. Para o Serasa, é importante que os usuários de cartão de crédito realizem uma análise de suas vidas financeiras para reorganizar os gastos. 


Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (CNC), o endividamento em maio de 2022 atingiu 28,7% das famílias brasileiras. Nesse sentido, a pesquisa indica que a inadimplência está em um nível recorde em 12 anos, em meio ao aumento da inflação no país. 


Uma pesquisa realizada pela Serasa eCred indica que quase metade dos consumidores no Brasil (47%) tem quatro ou mais cartões de crédito.  Dos cidadãos entrevistados com cartão de crédito, 23% disseram ter três cartões, 21% tinham dois cartões e apenas 9% dos entrevistados usavam apenas um cartão de crédito.


"A pesquisa mostra a importância do cartão de crédito na vida econômica dos brasileiros, mas ao mesmo tempo acende o alarme sobre o risco de inadimplência", disse Amanda Rapuzu, diretora do Serasa eCred.


Para o gerente do Serasa eCred, acomodar mais de um cartão pode significar que os moradores estão pedindo mais cartões de crédito para pagar dívidas. O especialista aconselha os usuários de cartão a realizar uma análise da vida financeira para reorganizar os gastos mensais.


Aqui estão algumas dicas do Serasa para sair do modo padrão


O principal conselho da Serrasa é ter cuidado com o número de cartões de crédito. Embora não haja um limite ideal para o cartão, é importante que os usuários estejam cientes dos gastos com esses métodos de pagamento. Outro conselho é estar sempre atento às taxas impostas por instituições como a anananidade. 


Também é ideal que os consumidores não esqueçam a data de vencimento da fatura. Dessa forma, além de evitar que o nome seja negativo, você não precisa se preocupar com o interesse do cartão. 


Especialistas também recomendaram a utilização de benefícios governamentais, como a cobrança extraordinária do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quitar dívidas. Além do FGTS, também é indicado o uso do 13º salário e do abono salarial para acompanhar as contas. 


Outra dica relacionada é a redição de despesas para obter um ponto do mesmo orçamento mensal. Embora seja um conselho básico, garante que os indivíduos sejam regulados e evite problemas financeiros. Além das despesas básicas, é importante manter uma reserva de emergência. 


Como pagar dívidas com cartão de crédito


Com a liberação da quitação excepcional do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, muitos cidadãos devem usar o recurso para pagar dívidas com cartão de crédito. Por isso, são necessárias negociações com as instituições financeiras. Muitas vezes, os consumidores são capazes de pagar dívidas antigas com descontos. 


Você também pode pagar dívidas de cartão de crédito usando serviços específicos, como o Serasa Nome Limpo. Este serviço da Serrasa garante descontos de até 90%. Mais informações sobre o pagamento de dívidas com desconto podem ser obtidas no site da empresa.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem