Micro empreendedor individual (MEI) cancelado, poderá abrir outro?




Primeiro de tudo, preciso saber como é cancelar o MEI. O MEI é cancelado quando não cumpre suas obrigações fiscais por um determinado período de tempo.


Aqueles que estabelecem esse cancelamento são criados pelo Comitê Nacional de Gestão da Rede para simplificar o registro e legalização de empresas e empresas (GCSIM). Mas é possível abrir outro após o cancelamento do MEI? Sim, você pode abrir um novo MEI.


Razões para o cancelamento do MEI


Existem algumas possíveis razões para o empresário cancelar MEI. Eles são os seguintes:


  • Vínculo com outro CNPJ: O atributo MEI é feito de forma individual. Ele não pode ter outra empresa ou CNPJ. 
  • Não conformidade fiscal: deixar de pagar das ou apresentar uma declaração anual de imposto de renda;
  • Excedendo o limite anual de faturamento: MEI não pode passar as faturas especificadas, que até então somam 81.000 SAR por ano.
  • Pare de cadastrar cooperativa: O MEi pode cadastrar até mesmo um funcionário cadastrado, se tiver uma equipe maior sem registro, também será punido. 

Como saber se o MEI foi cancelado?


Para saber se o CNPJ foi cancelado, basta acessar o site da Receita Federal:


  • Na página "Versão de prova de inscrição e status de registro".
  • Ao abrir a tela, você precisa digitar o número do CNPJ e clicar na caixa "Eu não sou um robô" para validar a pesquisa
  • Em seguida, clique em Consultar.
  • Você terá acesso a um documento muito completo, chamado de Guia Nacional da Pessoa Jurídica. Nele, você pode verificar o status do registro, bem como informações como:
  • A data de abertura da empresa;
  • O nome do negócio;
  • O endereço do estabelecimento (nome fictício);
  • Volume.
  • Endereço completo;
  • telefone, entre outras coisas.

Através do Portal do Empreendedor, também é possível realizar essa consulta, podendo consultar a situação cadastral do MEI, Microempreendedor Individual. Quando você acessa o site, uma implementação passo a passo da consulta é:


  • Clique em "Já sou MEI";
  • Em seguida, na versão do cupom CCMEI;
  • Em seguida, sob o título "voucher MEI";
  • Ao abrir a tela, você precisa inserir o CPF e a data de nascimento do proprietário da empresa.

Especificamente para verificar apenas meIs cujos CNPJs foram cancelados, basta clicar em "CNPJ Consultoria Cancelada", localizada na página mei Serviços e inserir CNPJ Negócios e CPF para o empresário. 


Como normalizar minha situação no MEI?


Pagar impostos é muito importante, e para criar guias DAS atrasadas, siga passo a passo:


  • Acesse o Portal do Empreendedor e clique em "JÁ SOU MEI"; 
  • Em seguida, vá para "Pague sua contribuição mensal", onde as opções de método de pagamento aparecerão; 
  • Uma vez especificado o método de pagamento, você será direcionado para a página gerador DO Microempreendedor INDIVIDUAL, onde você terá que inserir seu CNPJ para acessar o programa; 
  • Ao acessar o PGMEI, basta clicar no botão "DaS". Nisso, o pequeno empreendedor pode escolher o ano e as contribuições que deseja acertar. O software oferece a opção de atualizar valores para consulta prévia, ou seja, recalcular o MEI atrasado antes de criar o método de pagamento escolhido; 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem