Você trabalhador ficou sem receber o FGTS extraordinário? Confira como contestar a decisão da Caixa Econômica e ter acesso ao benefício



O último FGTS excepcional é protocolado na quinta-feira, 15, para aniversários de dezembro. Desde que o cronograma de liberação começou em abril, cerca de 40 milhões de trabalhadores foram ou serão considerados.


Esse valor é uma estimativa da Caixa Econômica Federal (CEF) em relação ao número de trabalhadores com direito ao resgate. Lembrando que os brasileiros que têm direito ao FGTS excepcional, mas por algum motivo ainda não receberam os valores, têm até 15 de dezembro para solicitar o abono. 


Caso o FGTS excepcional não seja implementado até a data mencionada, os valores retornarão às contas originais do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço com as devidas correções. Quem não tem interesse em recuperação também tem a oportunidade de informar a decisão por meio do aplicativo do FGTS.


Quando o ministro da Economia, Paolo Guedes, anunciou sua liberação, foi informado que a intenção do Governo Federal de autorizar transferências fora de época era para que trabalhadores devedores e inadimplentes usassem os recursos para regular a situação financeira. Muitos até usaram o inusitado FGTS nesse período para fazer os investimentos mais diversificados. 


Quem pode sacar o FGTS inusitado?


Basicamente, quem presta serviços por meio do Regime de Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), gera o grupo atual que compõe a conta ativa. 


O mesmo se aplica aos trabalhadores que não possuem mais carteira de trabalho, mas contêm saldo em contas inativas do FGTS. Lembre-se que esses cálculos inativos referem-se a exercícios anteriores que não permitiram o cálculo devido ao descumprimento das circunstâncias básicas:


  • Aposentadoria;
  • Demissão sem motivo;
  • Financiamento para residência privada;
  • Trabalhador com mais de 70 anos;
  • Trabalhador por três anos sem carteira assinada.
  • Tratamento de doenças graves pelo mesmo titular do FGTS ou dependentes.

<>


Hipóteses em que o FGTS é incomum


O saldo excepcional do FGTS é mantido automaticamente na conta da Caixa Tem na posse do trabalhador. No entanto, se o benefício não for depositado diretamente, será necessário solicitar recursos. 


De acordo com informações da Caixa Econômica, a proibição do FGTS pode ocorrer nas seguintes circunstâncias:


  • Garantir operações de crédito na antecipação do aniversário do Saque;
  • Decisão judicial;
  • Solicitação para a devolução do valor recolhido pelo empregador;
  • Dados inconsistentes.

Como recorrer a saques  do FGTS extraordinário não liberados?


O sistema inusitado e não divulgado do FGTS também pode estar vinculado à prestação de dados incorretos ou incompletos que se tornaram um obstáculo para a abertura da conta na Caixa Tem. Nesse caso, o trabalhador precisará contestar o pedido de interesse. 


Para isso, basta acessar o aplicativo do FGTS e fornecer os dados necessários na plataforma. No entanto, antes de solicitar o saque, o cidadão deve garantir que seu CPF esteja em uma posição regular e que não haja barreiras para criar sua conta poupança digital. Aqui está um passo simples para quem vai primeiro acessar o aplicativo:


  • Na loja de aplicativos do telefone, receba o FGTS. Clique em Instalar e Abrir o Aplicativo.
  • Selecione a opção "Registrar";
  • Preencha todos os dados necessários: CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e cadastro de senha de acesso;
  • A senha deve ser digital, composta por seis números. Para quem já usou o aplicativo, você pode repetir o mesmo número de senha que usou antes;
  • Depois de incluir seus dados, clique no botão "Eu não sou um robô";
  • Você receberá uma confirmação de e-mail em seu endereço de e-mail. Acesse-o e clique no link que foi enviado;
  • Após o cadastro, abra o aplicativo e digite o "CPF" e "senha" cadastrados;
  • Depois de entrar, algumas perguntas adicionais aparecerão sobre sua carreira;
  • Depois de responder a essas perguntas, você deve ler os termos de uso do aplicativo e aceitá-las clicando em OK;
  • Pronto, agora você pode usar o aplicativo do FGTS e desfrutar de todas as novidades.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem