Auxílio Brasil: Calendário de Julho começa em 12 dias; Confira as datas

Imagem: Reprodução/Google



A nova parte do Auxílio Brasil caberá no projeto de lei dentro de duas semanas, em meio a uma série de discussões sobre o aumento do valor dos benefícios. Até agora, a menor parcela de R$ 400 foi confirmada em mais de 18 milhões de famílias.


O piso foi fixado em Maio, mas o Governo Federal espera facilitar um novo aumento nas remessas feitas pelo programa, que poderia começar a apagar R$ 600 por beneficiário. A decisão cabe à Assembleia Nacional e, se aprovada, entrará em vigor até Dezembro deste ano.


Além do aumento de R$ 200 na ajuda brasileira, a chamada PEC Eletral também prevê um aumento no vale-gás nacional. O plano é aumentar o benefício atual de R$53 para cerca de R$120 a cada dois meses.


O "pacote de gentileza" defendido pela equipe de Jair Bolsonaro também produz R$ 1.000 de auxílio para caminhoneiros, assistência para taxistas, entre outros benefícios e subsídios.


Ajuda Brasil em Junho


Apesar das notícias sobre o valor das parcelas, as regras para recebimento de auxílio brasileiro permanecem as mesmas. As famílias devem se cadastrar ativamente no Cadunico e ter renda mensal de até R$210 por pessoa.


Os pagamentos continuarão a ser feitos nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o término do Número de Identificação Social Aprovado (NIS). Confira o calendário de Julho do programa:


  • NIS Final 1: Recebe 18 de Julho.
  • NIS Final 2: Recebe 19 de Julho.
  • NIS Final 3: Recebe 20 de Julho.
  • NIS Final 4: Recebe 21 de Julho.
  • NIS Final 5: Recebe 22 de Julho.
  • NIS Final 6: Recebe 25 de Julho.
  • NIS Final 7: Recebe 26 de Julho.
  • NIS Final 8: Recebe 27 de Julho.
  • NIS Final 9: Recebe 28 de Julho.
  • NIS Final 0: Recebe 30 de Julho.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem