Caixa Econômica Federal autoriza consulta ao PIS com CPF este mês; Veja como fazer

Imagem: Reprodução/Google




O Programa de Integração Social (PIS) é um direito dos trabalhadores privados em todo o Brasil. Eles recebem, entre outros, subsídios salariais todos os anos. Cada funcionário receberá um número de identificação único que será usado para fazer referência e acessar esse benefício.


A gestão do PIS é de responsabilidade da Federação de Economia da Caixa, o maior banco público do país. Portanto, a numeração mencionada também pode ser referenciada no canal de atendimento da agência.


O que é abono salarial? Quem se qualifica?


O abono salarial do PIS/Pasep é o repasse de até um salário mínimo para atender às exigências de servidores públicos e empregados de empresas privadas. Serve como um bônus para esses cidadãos e geralmente é liberado no ano seguinte ao período trabalhado.


Você pode receber benefícios que atendam a todos os seguintes requisitos:


  • Está no PIS há pelo menos 5 anos.
  • Trabalharam por pelo menos 30 dias consecutivos no ano base, consecutivos ou não.
  • O requerente recebeu um salário mínimo de até duas vezes por mês, em média, no ano-base.
  • Obter os dados corretamente informados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Como consultar o PIS?


As consultas do PIS estão disponíveis em diversos locais e ferramentas físicas e digitais. Aqui está:


  • Instituições da Caixa Econômica Federal;
  • Cartão cidadão;
  • Cadastro Estadual de Informações Sociais (CNIS);
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Trechos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
  • Carteiras de trabalho digitais;
  • Central Alô Trabalho(número 158).

Outras possibilidades incluem: O aplicativo Caixa Trabalhador, o site da Caixa e o telefone 0800 726 0207. Esses canais são específicos para consultas do PIS. Se você precisar consultar o Pasep, entre em contato com o Banco do Brasil.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem