Governo deve começar os pagamentos do VALE-GÁS DE R$120 neste semestre. Confira!

Imagem: Reprodução/Google



Na última Quinta-Feira (30), o Governo Federal assinou oficialmente uma quarta rodada de pagamentos para vale-gás nacional. Segundo informações do Ministério dos Direitos Civis, pouco mais de 5,6 milhões de pessoas receberam R$ 53 em Junho passado. A partir deste novo semestre, é uma tendência natural elevar o nível pelo Palácio Planalto.


Nesta semana, o Senado federal aprovou a PEC, que permite mudanças em diversos benefícios do governo federal. Entre os temas está exatamente o aumento do valor do vale-gás nacional. A proposta é clara: aumentar o valor do pagamento dos atuais R$ 53 para R$ 120, ou seja, um adicional de R$ 70.


Mas quem pode receber um vale-alimentação no valor de R$120 neste semestre? De acordo com as informações do texto oficial apresentado pelo governo federal, a ideia é manter as mesmas regras para o ingresso no programa. Portanto, pelo menos em um primeiro momento, podemos dizer que os pagamentos serão destinados àqueles que já participaram do programa.


Como mencionado anteriormente, estamos falando de pouco mais de 5,6 milhões de pessoas. Nos próximos meses, não haverá provisão para novos entrantes de beneficiários. De qualquer forma, é possível que o governo invista mais cidadãos em folha de pagamento de benefícios. Por exemplo, de Abril a Junho, pouco mais de 29 mil pessoas foram selecionadas.


Nesse sentido, é improvável que a lista de espera para admissão ao Gasstamp seja eliminada, mesmo no contexto de aprovação de um aumento do financiamento para o programa. Segundo informações dos autores do projeto, apenas 18 milhões de brasileiros cumprem todas as regras de entrada do programa, mas ainda não conseguem receber nada.


Quem tem direito a receber um vale-alimentação


Há o fato de que, com ou sem a aprovação da PEC para aumentar os lucros, as regras de entrada do programa seguem basicamente as mesmas. Para ter direito a um vale-gás nacional, é necessário ganhar metade do salário mínimo por pessoa, ou R$ 606.



Além disso, também é necessário ter uma conta ativa no Cadunico do Governo Federal ou pelo menos ser usuário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Benefícios Continuatórios (BPC).>


Se um cidadão cumprir as regras acima, ele está condicionado à elegibilidade do programa. Agora, você tem que esperar até que o Departamento de Cidadania escolha seu nome. As consultas podem ser feitas através do aplicativo oficial da Auxílio Brasil.


Quem deve receber?


Nesse sentido, o direito de receber um vale-gás nacional não garante automaticamente sua participação no programa. O governo federal insiste que não há espaço no orçamento para atender a todos aqueles que cumprem as regras de imigração.


Por isso, o Palácio do Planarto criou decretos definindo prioridades dentro desse público. Hoje, as pessoas que assinam o Brazil Aid preferem a entrada, assim como os cidadãos de menor renda.


A regra prioritária em questão também deve ser mantida no cenário em que o biquinho de combustível seja aprovado pela Assembleia Nacional. O primeiro sinal dos próprios membros do governo federal é que nada vai mudar nesse sentido.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem