Atenção! Bancos estão deixando de ganhar dinheiro por causa do PIX? Entenda a nova polêmica

Imagem: Reprodução/Google




O Pix, um sistema de pagamentos instantâneos, foi criado pelo Banco Central. Recentemente, uma publicação colocou essa ferramenta em um dos tópicos mais comentados, mostrando que o PIX deixaria um bilhão de dólares em perdas para um dos bancos, mas isso é verdade?


Os números indicam o contrário. Mesmo com o PIX e aderindo aos benefícios desse método de pagamento instantâneo, como não cobrar por transações, os bancos continuam a lucrar e sofrem pouca "perda" do instrumento de pagamento.


Pix deixa prejuízo nos bancos?


Sem dúvida, o PIX não prejudica os bancos. Em 2021, para se ter uma ideia, a perda de receita dos bancos foi inferior a 2%.


O que está acontecendo agora é exatamente o oposto. Essas instituições registraram lucro recorde de 81,6 bilhões de reais. Os resultados foram os melhores dos últimos 15 anos. Você está interessado, certo? Isso porque aconteceu no primeiro ano de uso do pix.


Os resultados apontam para os quatro maiores bancos do Brasil, incluindo Itaú Unibanco, Bradesco, Banco Brasil e Santander. São dados de economática.


As dúvidas de que o PIX causou danos aos bancos se fortaleceu após uma declaração de Ciro Nogueira, ministro-chefe do Conselho Civil.


Ele postou na rede social Twitter que as perdas do banco com o PIX foram tarifas de cerca de R$ 40 bilhões. Além disso, Ciro Nogueira afirma erroneamente que a ferramenta foi criada por Jair Bolsonaro.


Nas palavras do ministro-chefe da Câmara dos Deputados, os banqueiros assinaram um manifesto defendendo a democracia em razão da derrota com o PIX. "Os bancos centrais independentes têm praticado o PIX, enviando mais de 30,4 bilhões de reais por ano de tarifas obtidas pelos bancos por transferência bancária, que agora são gratuitas", escreveu ele no Twitter.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem