Carro voador da Embraer começará a ser testado em breve; Saiba mais

Imagem: Reprodução/Google




É verdade que, nos últimos anos, os avanços tecnológicos possibilitaram a realização de tarefas simples e complexas com praticidade. Agora, uma notícia chegou para confirmar outro marco técnico: o carro voador da Embraer começará em breve aos testes.


Eve, que está focada no desenvolvimento do "carro voador" da Embraer, anunciou que realizará a primeira simulação de mobilidade urbana. O procedimento acontece em setembro na cidade de Chicago, nos Estados Unidos.


Na simulação, aparece um helicóptero da empresa americana Blade Air Mobility. Também é útil para testar o eVTOL, também conhecido como "carros voadores", veículos elétricos de pouso vertical e decolagem.


Teste de carro voador da Embraer acontecerá por três semanas


O objetivo deste teste é investigar as necessidades de operações, viagens de passageiros, serviços terrestres e eVTOL. Para testes terrestres e voos de passageiros, simulações são realizadas por três semanas.


O teste terá o local exato a ser realizado: um heliponto no centro de Illinois chamado Barty Port Chicago. No local, são simulados serviços, infraestrutura e padrões para "carros voadores".


Helicópteros transportam pessoas de Barty Port Chicago para dois outros pontos da cidade. A primeira rota leva ao Heliporto Municipal de Schaumburg e a segunda rota segue para o Heliporto do Parque Tinley. O voo leva cerca de 15 minutos e custa 150 dólares.


A Embraer acredita que, até 2035, mais de 200 veículos voadores transportarão 4,5 milhões de pessoas.


O design atual, com asa e cauda convencionais em vez da configuração anterior do canard, foi apresentado em um modelo feito pela Embraer em um evento voltado para a indústria aeroespacial britânica. Ao redor das asas do "carro" há oito rotores, que têm a capacidade de decolagem e pouso vertical.


Um modelo é o primeiro modelo criado por uma empresa. Segundo ela, até 2035, mais de 200 "carros voadores" devem transportar 4,5 milhões de pessoas em mais de 100 rotas por ano no Rio de Janeiro e na região metropolitana do estado.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem