PIX parcelado vai tomar lugar do cartão de crédito? Saiba qual é a melhor opção




O PIX chegou com tudo e conquistou brasileiros como nunca antes, mas agora tem tudo para crescer ainda mais. O já comentado parcelamento do PIX, como o nome sugere, torna a ferramenta de pagamento uma forte concorrente aos cartões de crédito. Apesar dos muitos benefícios, você deve ser cauteloso com as parcelas.


Bancos e outras instituições financeiras já podem dividir o PIX em até 24 vezes. Como o cliente exige um pagamento antecipado do valor exigido para ser pago parcelado, é como se fosse crédito pessoal, mas é claro que a modalidade também soma os juros.


Parcelamento PIX e Cartões de Crédito


A dinâmica deste PIX ainda deixa muitos consumidores em dúvida. Ao contrário do que acontece com um cartão de crédito - o custo da operação é para a pessoa que vende - no caso de um PIX parcelado, os juros são indicados no momento do emprego. Portanto, a responsabilidade pelo pagamento é do cliente.


Portanto, este recurso deve ser usado com cautela. Além disso, você precisa observar quanto cada banco ou instituição cobra para dividir o valor em questão.


O período de pagamento do valor também afeta o custo total do serviço. Em outras palavras, quanto mais parcelas você fizer, maior será o juro.


Abaixo estão os valores cobrados por alguns bancos e instituições.


  • Santander: de 2,09% ao mês.
  • Mercado Pago: a partir de 2,5% ao mês.
  • PickPay: 3,99% por parcela.

Por todos esses fatores, alguns especialistas acreditam que o parcelamento pix não é considerado um concorrente para cartões de crédito. Portanto, torna-se outra alternativa de pagamento que faz mais sentido para certas pessoas. Por exemplo, para quem não tem acesso a um cartão de crédito.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem