Salário-família: Veja o que é e quem tem direito de receber

Imagem: Reprodução/Google




Trabalhadores, trabalhadores a menores e trabalhadores domésticos em empresas que ganham até R$1.655,98 por mês têm direito ao abono salarial familiar.


O salário familiar é um benefício equivalente a um valor adicional ao salário de um trabalhador, dependendo do número de filhos ou dependentes até 14 anos, ou de crianças com deficiência de qualquer idade.


Os trabalhadores podem receber R$56,47 para cada criança que quiser atender aos requisitos adequados. Esse acréscimo deve ser pago pelo empregador, que é imediatamente indenizado pela Previdência Social.


No entanto, para receber, o empregado deve fazer um pedido em nome da empresa ou empregador - no caso de empregados domésticos. Um trabalhador único deve solicitar um sindicato ou associação adicional que seja responsável pelos trabalhadores da área.


Quem tem direito a receber um salário familiar?


É importante ressaltar que os benefícios não se limitam a um dos pais. Se duas pessoas, pai e mãe, estiverem empregadas e receberem um salário de até R$1.655,98, ambas podem receber um acréscimo.


Se o trabalhador está afastado do trabalho por doença ou aposentadoria (por idade, invalidez ou idade rural), os pedidos de benefícios devem ser feitos diretamente ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).


Veja como solicitar o salário família


Os empregados que solicitarem o salário familiar adicional são obrigados a preencher o formulário de benefício em si e apresentar os seguintes documentos para a criança ao empregador ou ao INSS:


  • Documento de identificação com foto e o número do CPF;
  • Termo de responsabilidade;
  • Certidão de nascimento de cada dependente de até 14 anos de idade, ou filhos com invalidez de qualquer idade;
  • Caderneta de vacinação ou equivalente, dos dependentes de até 6 anos de idade;
  • Comprovação de frequência escolar dos dependentes de 7 a 14 anos de idade.

Renovação


De acordo com o portal G1, os benefícios devem ser renovados anualmente.


Para renovar, basta apresentar uma caderneta de vacinação para dependentes menores de 6 anos em todo o mês de novembro, ou um certificado de matrícula para dependentes até 14 anos em maio ou novembro.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem