Aposentar no Brasil NÃO é um bom negócio. Entenda porque

Imagem: Reprodução/Google



No Ranking Mundial de Aposentadoria, o Brasil aparece na penúltima posição, segundo pesquisa realizada pela Natixis Investment Managers. A busca pelos melhores países para a aposentadoria abrange países com economia desenvolvida e aqueles que fazem parte dos BRICS.


Para determinar qual é melhor se aposentar, o chamado Índice Global de Aposentadoria de Natixis leva em conta quatro pontos principais: saúde, finanças, qualidade de vida e bem-estar.


Dos 44 países analisados, o melhor lugar para se aposentar é a Noruega. Então a Suíça e a Islândia aparecem. O Brasil, que aparece em 43º lugar, só está à frente da Índia.


O Brasil obteve alta no Índice de Qualidade de Vida (59% em 100%). Logo depois, aparecem renda (57%) e saúde (56).


No outro extremo, o país apresentou a pior avaliação no critério global de bem-estar econômico (4%). A baixa observação ocorreu, especialmente devido à desigualdade de renda.


Em meio à alta inflação mundial, o ranking deste ano é considerado um "ano ruim para a aposentadoria". O poder aquisitivo das pessoas que planejam se aposentar em breve foi afetado pelo aumento dos preços do petróleo, da habitação e dos alimentos.


A pesquisa sugere que a inflação forte deve ser uma grande preocupação para os futuros aposentados. Essas pessoas deveriam ser mais regulamentadas financeiramente — através de investimentos que garantam uma qualidade de vida.


Outra dificuldade que enfrentamos é a taxa de dependência. Ou seja, os idosos precisam da ajuda de outros membros da família, em idade ativa, para pagar benefícios previdenciários.


Os melhores países para se aposentar no mundo


Estes são os melhores países para a aposentadoria, de acordo com a avaliação do Índice de Qualidade da Aposentadoria - que leva em conta a média de engenharia dos quatro principais critérios:


  1. Noruega: 81%
  2. Suíça: 80%
  3. Islândia: 79%
  4. Irlanda: 76%
  5. Austrália: 75%
  6. Nova Zelândia: 75%
  7. Luxemburgo: 75%
  8. Holanda: 75%
  9. Dinamarca: 74%
  10. República Tcheca: 73%
  11. Alemanha: 72%
  12. Finlândia: 71%
  13. Suécia: 71%
  14. Áustria: 71%
  15. Canadá: 71%
  16. Israel: 70%
  17. Coreia do Sul: 70%
  18. Estados Unidos: 69%
  19. Reino Unido: 69%
  20. Bélgica: 69%
  21. Eslovênia: 69%
  22. Japão: 69%
  23. Malta: 68%
  24. França: 66%
  25. Estônia: 66%
  26. Polônia: 64%
  27. Cingapura: 64%
  28. Portugal: 64%
  29. Chipre: 62%
  30. Eslováquia: 62%
  31. Itália: 62%
  32. Hungria: 58%
  33. Lituânia: 57%
  34. Chile: 55%
  35. Letônia: 54%
  36. México: 49%
  37. Rússia: 49%
  38. Espanha: 49%
  39. China: 48%
  40. Grécia: 42%
  41. Turquia: 36%
  42. Colômbia:34%
  43. Brasil: 29%
  44. Índia: 9%

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem