Auxílio emergencial de até R$3 mil ESTE mês; Veja como consultar

Imagem: Reprodução/Google





O Governo Federal libera retroativamente parcelas de auxílio emergencial a pais solteiros que, ao contrário das mães solteiras na mesma situação, não receberam as cotas duplas do programa durante seu mandato.


O auxílio emergencial foi encerrado em outubro de 2021 e incluiu milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade. Durante os primeiros pagamentos – entre abril e agosto de 2020 –, os chefes de família receberam apenas o dobro do prêmio de R$ 1.200.


Na ocasião, o presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou uma proposta que ampliava o escopo de receber cotas duplas para pais solteiros. No entanto, no ano passado, o Congresso Nacional suprimiu o veto, permitindo os repasses atuais.


Quem tem direito ao auxílio emergencial retroativo em Setembro?


Os números de Assistência Emergencial podem receber assistência emergencial em setembro de 2022 para aqueles que atenderem aos seguintes requisitos:


  • Ser o chefe de uma família de pais solteiros;
  • Estar inscrito no CadÚnico até 2 de abril de 2020;
  • Falta de cônjuge ou companheiro;
  • Inscrição de atendimento emergencial por meio de plataformas digitais até 2 de julho de 2020, prazo para inscrição no programa;
  • ser registrado como um "guardião da família";
  • recebeu uma pequena parcela de assistência emergencial;
  • Ter na família pessoas com menos de 18 anos.

Como sabe ser receberei o Auxílio Emergencial retroativo em Setembro?


A consulta deve ser realizada para ver se você tem direito a auxílio emergencial de Setembro através do site da Dataprev, com o login do Gov.br.


  • Preencher o campo com seu cadastro individual (CPF);
  • com seu nome completo;
  • com a conclusão do nome de sua mãe (ou selecione a opção "Mãe desconhecida");
  • Coloque sua data de nascimento no campo desejado;
  • Selecione reCAPTCHA para provar que não é um robô;
  • Clique em Enviar.

Qual o valor do auxílio emergencial retroativo?


A quantidade de assistência emergencial para Setembro depende da quantidade de parcelas recebidas pelos pais solteiros entre abril e agosto de 2020. Os valores foram determinados da seguinte forma:


  • 5 meses de benefício: valor de R$ 3 mil;
  • 4 meses de benefício: valor de R$ 2,4 mil
  • 3 meses de benefício: valor de R$ 1,8 mil
  • 2 meses de benefício: valor de R$ 1,2 mil;
  • 1 mês de benefício: valor de R$ 600.

Assistência de Emergência


O governo federal iniciou o pagamento de auxílios emergenciais no início de 2020. Na época, o texto foi aprovado pelo Congresso Nacional. Durante esse ano, o subsídio atingiu a casa de quase 70 milhões de pessoas e foi pago a partir de Dezembro.


Nos primeiros anos de 2021, entre janeiro e março, o governo decidiu não fazer nenhum pagamento. No entanto, não demorou muito. Após muita pressão e agravamento da situação epidemiológica do COVID-19, o governo decidiu retomar os pagamentos em abril de 2021.


Na nova fase de pagamentos, o auxílio emergencial retornou em uma versão menor do projeto. Segundo informações do Ministério da Cidadania, desta vez os repasses atingiram mais de 39 milhões de pessoas com pagamentos de no máximo 378 reais.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem