Como funcionam os descontos na conta de luz? Saiba mais

Imagem:Reprodução/Google




Para Setembro, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que não haveria custos adicionais nas contas de luz. A agência mantém a bandeira verde em vigor desde abril deste ano. Espera-se que não haja mudanças nesse cenário até o final deste ano.


Mesmo sem custo adicional, algumas famílias precisam de descontos nas contas. Para isso, o governo federal oferece um programa de tarifa social para energia elétrica.  


Tarifa Social de Eletricidade


A tarifa social destina-se às famílias de baixa renda com base no consumo mensal das famílias. Os descontos variam de 10% a 65%.

Confira como funcionam os descontos. 


  • 65% de desconto: consumo de até 30 kWh;
  • 40% de desconto: consumo de 31 kWh até 100 kWh;
  • 10% de desconto: consumo de 101 kWh a 220 kWh. 

Como funciona a tarifa social de eletricidade?


Famílias de baixa renda do governo cadastradas no Cadastro Individual, plataforma usada para coletar dados pessoais para distribuir benefícios, têm direito ao Programa de Governo. 


As famílias que possuem entre seus membros beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) também podem receber descontos na conta de luz. Esse grupo está automaticamente incluído na taxa social. 


Todos os meses, o Ministério da Cidadania envia às distribuidoras de energia um banco de dados daqueles que recebem o BPC para o trânsito de dados. 


Os descontos são feitos diretamente na conta dos brasileiros. 


Ressalta-se que é permitido conceder um subsídio a cada domicílio e o endereço cadastrado deve estar dentro da área da distribuidora de energia do município. 


Bandeiras Tarifárias 


Bandeiras tarifárias são recursos adotados pela ANEEL para agregar custos à conta de luz brasileira de acordo com os custos da produção de energia elétrica no país. A cada mês, a agência determina que a bandeira entre em vigor no período seguinte. 


Quando os custos de geração de energia aumentam, bandeiras amarelas e vermelhas podem ser operadas nível 1 ou nível 2. 


Veja valores adicionais de acordo com a marca tarifária. 


  • Verde: Sem custo adicional.
  • Amarelo: De R$ 1.874 a R$ 2.989 por 100 kWh;
  • Vermelho (Nível 1): de R$ 3.971 a R$ 6.500 por 100 kWh;
  • Vermelho (Nível 2): De R$9.492 a R$ 9.795 por 100 kWh. 

No ano passado, durante a crise hídrica, o governo implementou a ciência da escassez de água, que representou um aumento de 14,20 reais por 100 horas consumidas por mês.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem