Dona de casa pode se aposentar pelo INSS? Confira!

Imagem: Reprodução/Google




Um dos principais direitos e objetivos dos trabalhadores é alcançar a aposentadoria a longo prazo, afinal, a concessão do direito geralmente ocorre após anos de trabalho árduo.


No entanto, a suspeita muito comum envolvendo a aposentadoria está associada à concessão de aposentadoria a mulheres que decidem cuidar de suas casas e famílias.


Essa é uma questão que gera suspeita em milhares de casas em todo o Brasil, por isso hoje vamos entender se há alguma forma de as donas de casa garantirem a aposentadoria paga pelo INSS.


As donas de casa podem se aposentar do INSS?


As donas de casa são formadas em uma categoria chamada segurados opcionais, um grupo formado por pessoas que não estão envolvidas em atividades remuneradas.


Assim, não se encaixam na categoria de titulares de apólices de seguro obrigatórias, ou seja, pessoas que trabalham com carteira de habilitação e, portanto, não são obrigadas a contribuir para o INSS.


Assim, para garantir o direito das donas de casa se aposentarem, a legislação previdenciária permite que as pessoas que não contribuem para o Instituto façam essas contribuições de forma facultativa.


Se você se tornar um contribuinte facultativo, você pode garantir os benefícios mais versáteis que o INSS paga às donas de casa, além, é claro, da sua garantia de aposentadoria.


Como contribuir para o INSS


Para que as donas de casa contribuam para o INSS, elas devem utilizar GPS (Guia de Previdência Social), ou um cartão do INSS, que pode ser preenchido online, ou manualmente, através de GPS de papel que pode ser encontrado até mesmo em papelaria.


Taxa de contribuição


O contribuinte facultativo pode escolher o valor da contribuição que deseja levantar, respeitando três planos do INSS.


Esses três planos são alíquotas de 5% sobre o valor do salário mínimo, 11% sobre o salário mínimo ou 20% sobre qualquer valor que respeite o teto do INSS. Lembre-se que quanto maior a arrecadação, maior o valor dos juros.


Assim, uma dona de casa de baixa renda que contribuir em média 5% para o salário mínimo contribuirá com R$60,60 por mês em 2022, de acordo com o salário atual de R$1212.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem