INSS: Hipertensão dá direito ao auxílio doença? Confira

Imagem: Reprodução/Google




A pressão alta, conhecida como hipertensão, é quando a pressão arterial é maior ou igual a 14 × 9. Cerca de 30% dos brasileiros sofrem de pressão alta.


A única maneira de diagnosticar a pressão alta é medindo a pressão arterial. A pressão alta geralmente ocorre quando há maior resistência e endurecimento dos vasos sanguíneos à passagem do sangue, o que requer maior força do coração para bombear sangue. 


Muitas pessoas com pressão alta se perguntam se é possível pedir ajuda com a doença, se você é uma delas, continue conosco, pois vamos esclarecer essa suspeita agora!


Hipertensão dá direito ao auxílio doença?


Porque é uma doença que não prejudica a proteína do trabalho do indivíduo, e nenhum dos benefícios é concedido.


No entanto, pode haver exceções, já que a pressão alta pode levar a outros problemas mais graves, como acidente vascular cerebral, infarto, doença renal crônica, alterações na visão e outros. Nesses casos, é adequado reivindicar o benefício por incapacidade.


Primeiro, vamos falar sobre auxílios à doença. Trata-se de uma vantagem concedida aos segurados do INSS que precisam ficar ausentes do trabalho por mais de 15 dias.


Para receber o subsídio, é necessário atender a 3 requisitos:


  • Incapacidade de trabalhar ou atividade normal
  • Cumprir carência de 12 contribuições
  • Obtenha a qualidade do segurado que será registrado na Previdência Social e faça seus pagamentos mensais

Como solicitar ajuda para doenças?


Para solicitar ajuda ao Meu INSS, você pode seguir estas etapas:


  • Acesse o site do Meu INSS ou baixe o aplicativo no seu celular Android ou iOS;
  • Faça login informando o CPF e sua senha, ou criando uma nova senha;
  • Selecione a opção "Benefícios" na guia "Serviços";
  • Ir para a opção de auxílio-doença;
  • Agende perícia;
  • se houver, anexe os documentos;
  • Siga e gere seu comprovante de agendamento (mantenha-o guardado com cuidado).

Documentos necessários para a inscrição


No dia do exame médico, o segurado deve levar os seguintes documentos:


  • Um documento oficial de identidade com foto, que permite o reconhecimento do requerente;
  • Número do CPF;
  • Cartão de visita, cartão de contribuição e outros documentos que comprovem o pagamento ao INSS;
  • Documentos médicos decorrentes de seu tratamento, como atestados, exames, laudos, etc., a serem analisados no dia da perícia médica do INSS (que não são obrigatórias);
  • Para o empregado: declaração assinada pelo empregador, informando da data do último dia útil em que está localizado;
  • Notificação de Acidentes no Trabalho (CAT), se possível;
  • Para o segurado em particular (trabalhador do campo, agricultor, caçador): documentos que comprovem essa situação, como contratos de locação, entre outros.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem