WhatsApp: Descubra quem anda bisbilhotando suas conversas.

Imagem: Reprodução/Google




A maioria dos aplicativos de mensagens reflete alguma insegurança, pois há situações envolvendo espionagem, seja como um ataque ou desatenção, quando alguém deixa um perfil aberto. Isso pode acontecer inadvertidamente, esquecendo-se de fechar o WhatsApp Web em qualquer outro dispositivo que tenha sido usado para fazer login. 


Portanto, seja acessível, especialmente ao usar redes públicas, a partir de uma rede Wi-Fi gratuita, em locais onde há maior risco de interceptação de dados.  


Você suspeita que tem alguém te observando? 


Você pode ver alguns sinais de que alguém pode acessar suas conversas e até mesmo se passar por você. Por exemplo, se os chats aparecerem como "ler" sem qualquer clique ou você realmente pretende ler e marcar o status de "Ler", eles começarão a ficar desconfiados. Em situações mais perigosas, você pode ver a escrita individual no local, o que facilita fraudes e ameaças à família e amigos. 


Garantindo sua proteção 


Felizmente, o WhatsApp deixa as principais configurações de segurança central no telefone onde ocorreu o primeiro registro, o que valida as informações associadas ao proprietário do número. Vá para "Configurações" selecionando a seção "Dispositivos conectados".


O painel de controle exibe todos os dispositivos nos quais suas mensagens podem estar abertas, o que aumenta o risco de monitorar outras pessoas. Tente desconectar todos e sempre verifique esta lista, mantendo-a em branco enquanto não usa a versão web. 


Não reduza o risco 


Não negligencie sua privacidade, e também não se esqueça de conferir esse recurso diariamente, e separe tudo o que for preciso. Caso você perca seu smartphone de alguma forma, evite danos adicionais ativando autenticação de dois fatores de todas as redes sociais e aplicativos com dados confidenciais. Ao escolher um navegador, saia, inclusive no intervalo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem