Auxílio Brasil REDUZIDO: Valor será R$ 240 para algumas pessoas; Veja detalhes

Imagem: Reprodução/Google



Segundo a Caixa Econômica Federal, 700 mil beneficiários do auxílio brasileiro solicitaram um empréstimo consignado no programa social. Assim, essas famílias conseguiram atingir o valor médio de R$ 2.600,00.


No entanto, como podem comprometer até 40% de seus benefícios, essas famílias que alugaram folha de pagamento utilizando a margem máxima receberão, até Dezembro, 440,00 reais da ajuda brasileira. A partir de Janeiro, o valor do vencimento diminuirá para R$ 240,00 até que o empréstimo seja pago.


Portanto, a redução de todos os empréstimos contratados começará até o dia 31 deste mês, para a folha de pagamento do auxílio brasileiro em novembro. De acordo com a Caixa, o valor líquido das parcelas estará disponível para consulta nos aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem a partir de 8 de novembro.


Auxílio brasil de R$ 600


A ajuda brasileira ao reire 600,00 tornou-se possível através da proposta de emenda à Constituição (PEC) para sempre e foi uma das principais apostas do governo Bolsonaro para a reeleição. Assim, o aumento de 200,00 reais começou em agosto e só vale até dezembro deste ano.


Além disso, no orçamento de 2023, apenas o valor antes do aumento deverá ser corrigido pela inflação, chegando a 405,00 reais por família no próximo ano.


Bancos que estão oferecendo o consignado


Segundo o Ministério da Cidadania, 12 bancos foram autorizados a disponibilizar a Empresa Brasileira de Ajuda:


  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco Agibank;
  • Banco Crefisa;
  • Banco Daycoval;
  • Banco Pan;
  • Banco Safra;
  • Capital Consig Sociedade de Crédito Direto;
  • Facta Financeira;
  • Pintos S/A Créditos;
  • QI Sociedade de Crédito Direto;
  • Valor Sociedade de Crédito Direto S/A; e
  • Zema Financeira.


Assim, na Caixa, a folha de pagamento do auxílio brasileiro pode ser paga em até dois anos, em 24 parcelas mensais e consecutivas. Sendo que o valor será liberado na Caixa Tem no prazo de dois dias úteis após a aprovação do crédito.


No entanto, se o beneficiário perder o direito ao auxílio brasileiro até que a folha de pagamento seja paga integralmente ainda, a dívida permanece em seu nome.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem