Caixa Econômica Federal lança financiamento para energia solar; Confira tabela de valores

Imagem: Reprodução/Google




A Caixa Econômica Federal e a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) fecharam uma parceria e lançaram na última segunda-feira, 17, uma linha de financiamento focada exclusivamente em projetos de geração de energia solar. O público-alvo são os micro e pequenos empreendedores (MEEs) que atuam como pequenos empreendedores individuais (MEIs).


O novo projeto visa viabilizar novos investimentos no território nacional, ao mesmo tempo em que busca estimular a criação de mais empregos, oportunidades para empreendedores e renda.


A ideia também é ampliar o acesso à tecnologia FOTO para consumidores de residências, produtores rurais e pequenas empresas.


Isso explica Rodrigo Sauaia, CEO da Absolar:


"O avanço da energia solar no Brasil é fundamental para o desenvolvimento econômico, social e ambiental e ajuda a diversificar o fornecimento de energia elétrica do país, reduzindo a pressão sobre os recursos hídricos e o risco de bandeira vermelha na conta de luz da população."


Taxas de contratação da energia solar


Os membros da Absolar interessados neste tipo de energia podem alugar linhas exclusivas a partir de agora. Dependendo do perfil do contratante, as taxas de juros podem variar de 1,87% a 2,4% ao mês.


A estimativa é conseguir economia para os consumidores, que podem se beneficiar de uma redução no custo de capital, no exercício de preços mais acessíveis. Desde 2012, a geração brasileira de energia solar garantiu mais de 70 bilhões de reais de investimentos, além de gerar 387,6 mil empregos, segundo a Absolar.


Atualmente, a tecnologia solar fotovoltaica e mais de 5.400 municípios podem ser vistos em todos os estados brasileiros. As principais unidades federativas do convênio são: Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.


Tabela de valores e taxas de juros


Confira abaixo o custo de MEIs e SMEs que você acredita que financiarão projetos solares:



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem