Dá para ganhar quanto vendendo uma nota de R$ 1? Confira o valor estimado

Imagem: Reprodução/Google




Quem procura dinheiro extra pode encontrar no mercado a venda de moedas raras e cédulas uma excelente fonte de dinheiro.


Recentemente, houve um interesse crescente entre os colecionadores na nota de R$1, aquela moeda verde que foi substituída por uma moeda do mesmo valor que vemos hoje.


No item raro, a nota é bem sucedida entre o público da moeda, que entende a venda e compra de dinheiro raro.


Atualmente, um único item pode chegar a um valor de R$275, dependendo do estado de sua poupança. Confira os critérios utilizados na avaliação de notas raras!


O que torna uma nota ou moeda rara?


Entre os fatores que contribuem para o preço da nota: preservação, escassez e possíveis erros de impressão. Isso significa que as cédulas antigas nem sempre têm alto valor, pois peças emitidas há alguns anos que valem fortunas reais são encontradas.


Em geral, segundo o jornalista André Regg, que coleciona cédulas e moedas raras, modelos com baixa impressão automaticamente impõem um valor mais alto na coleção, pois são difíceis de encontrar.


Qual é a nota de R$1 que é considerada rara?


Um dos itens mais procurados pelos colecionadores é a nota de R$1, a primeira impressão da qual ocorreu em 1994 pela Casa da Moeda do Brasil. Foi substituído pela versão da moeda 11 anos depois, em 2005.


Mesmo fora de circulação, ainda há milhares de unidades de cédulas de rea-denominação britânica circulando por aí, como descrito no site do Banco Central. No entanto, em todo o catálogo, há um valor que é considerado raro, com preço de mercado de até 275 reais.


A nota em questão faz parte de uma série específica de bom valor, que contém a numeração das letras BA, as assinaturas de Pedro Malan e Gustavo Loyola, o número de série entre 0001 e 0072, bem como a impressão de cédulas refletindo um beija-flor e uma boneca do Brasil.


Aqui está a imagem que ilustra essas características:


Imagem: Reprodução/Google


Além disso, há outro modelo de votação que fez o chefe dos coletores. Como no caso de uma folha de 10 dólares da República feita de polímero, emitida em 2000.


Nele está a boneca de Pedro Álvarez Cabral, em homenagem aos 500 anos da descoberta do Brasil. Atualmente, pode valer até 110 reais, dependendo do estado de sua preservação (impressão de flores). Confira a foto abaixo:



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem