Lula pode lançar auxílio de R$ 1 mil prometido por Ciro Gomes; Acompanhe

Imagem: Reprodução/Google





Durante a campanha presidencial, Lula (PT) teve que formar uma aliança com a oposição e se comprometer com algumas de suas propostas em troca de apoio. Um exemplo é o programa de renda mínima proposto por Chilogomez (PDT), que agora está na agenda dos governos eleitos.


A ideia é oferecer cerca de R$1.000 por família, ou pelo menos R$417 por pessoa. O texto defendido pelo candidato anterior também propõe um pagamento adicional de R$170 por criança entre 0 e 3 anos e R$85 por membro entre 3 e 18 anos.


Este programa foi o principal projeto durante a campanha presidencial de Ciro Gomez. Apelidado de "Eduardo Supplichy", ele homenageia os administradores do PT que têm uma renda básica universal como bandeira há muitos anos.


Expansão gradual


A liberação no valor de R$ 1.000 por mês deve ser realizada gradualmente no governo Lula, a partir do pagamento de benefícios de R$ 600. O plano original é manter o auxílio brasileiro em seu nível atual e elevar seu valor em R$ 400 para se aproximar da proposta original.


Para garantir a continuidade das promessas de auxílio de 600 reais por família e outras campanhas, Lula terá que negociar com a Assembleia Nacional um espaço de cerca de 175,2 bilhões de reais no orçamento. Esse valor também inclui um reajuste do salário mínimo acima da inflação.


Nos próximos dias, membros da equipe do presidente eleito se reunirão com senadores e representantes para discutir os gastos do governo para o próximo ano. O senador eleito Wellington Diaz (PT-PI) e o relator do projeto orçamentário Marcelo Castro (MDB-PI) estão agendados para se reunirem na quinta-feira, 3 de Março.


Diaz foi um dos coordenadores da campanha de Lula e foi destacado pelo próprio Petista para discutir o orçamento. O governo eleito espera um acordo porque o senador e o reator são do mesmo estado e desenvolveram boas relações.


Auxílio Brasil em Novembro


Seja qual for a decisão sobre o Brasil, as próximas duas parcelas de benefícios estão garantidas a cerca de 21,13 milhões de brasileiros. Abaixo, confira nosso calendário de pagamentos de Novembro.


  • 17 de novembro: NIS final 1
  • 18 de novembro: NIS final 2
  • 21 de novembro: NIS final 3
  • 22 de novembro: NIS final 4
  • 23 de novembro: NIS final 5
  • 24 de novembro: NIS final 6
  • 25 de novembro: NIS final 7
  • 28 de novembro: NIS final 8
  • 29 de novembro: NIS final 9
  • 30 de novembro: NIS final 0


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem