PIS/Pasep: Caixa Econômica Federal libera saque TRIPLO ESTE mês; Saiba como receber

Imagem: Reprodução/Google





Em tempos de crise financeira, quantias extras são sempre bem-vindas. Hoje, muitos trabalhadores que precisam de dinheiro extra podem contar com os pagamentos do PIS/Pasep (abono salarial e cessão).


Isso porque há três chances possíveis de que os trabalhadores que exercerem oficialmente suas atividades com carteira assinada recebam um subsídio de pagamento em 2022.


Entre as formas de calma, muitos trabalhadores que não recebem PIS/Pasep há algum tempo podem receber um deles.

Veja abaixo:


Caixa libera sorteio triplo Pis/Pasep


Abono salarial (ano base 2020)


Primeiro, o abono salarial do PIS/PASEP 2020 continua aguardando a suspensão de 500 mil trabalhadores. Os pagamentos começarão em fevereiro e os trabalhadores poderão sacar até 29 de dezembro deste ano.


Segundo informações do Ministério do Trabalho e Previdência Social, 561,073 milhões de trabalhadores ainda não retiraram o dinheiro do programa, o que equivale a um total de R$ 523,2 milhões.


No PIS, 157.575 abonos do PIS, um total de R$ 133,4 milhões ainda não foram sacados. Enquanto isso, os restantes 403.498 subsídios do Pasep somam R$ 389,8 milhões.


Ou seja, o PIS é pago a trabalhadores com carteira assinada pelo setor privado e é pago pela Caixa Econômica Federal. O PASEP é para funcionários públicos e paga através do Banco do Brasil.


Como consultar se você tem direito ao pagamento? Veja abaixo


Os trabalhadores do setor privado podem consultar seus lucros através do aplicativo Caixa trabalhador e Caixa Tem. Os funcionários públicos, por outro lado, podem verificar informações através do call center do BB (4004-0001, capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 729 0001, interna).


No entanto, em ambos os casos, é possível consulta pelo telefone 158 ou carteira de trabalho digital. Veja passo a passo:


  1. Baixe o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital;
  2. Acesse a plataforma com o CPF e senha do gov.br;
  3. Ao entrar na página inicial, clique em “Benefícios”;
  4. Na sequência, selecione “Abono Salarial” e verifique as informações disponíveis.


Abono PIS/PASEP 2019


Para os benefícios, os trabalhadores devem cumprir os seguintes requisitos:


  • Cadastrado no PRIS/Pasep há pelo menos 5 anos.
  • Recebeu até dois salários mínimos de remuneração média mensal no ano-base 2019.
  • Exerceu atividade remunerada por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano base 2019.
  • Dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/e Social.

Os trabalhadores podem solicitar o PIC/Pasep com atraso em uma das agências do Ministério do Trabalho e Previdência Social. Além desse meio, há outras opções, como:


  • Através da central Alô Trabalhador, pelo telefone 158;
  • Por meio de uma mensagem de e-mail, pelo endereço uf@economia.gov.br, substituindo as letras ‘uf’ pela sigla do estado em que reside;
  • Pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS); ou
  • Através do Portal Gov.br.

O aplicativo Cartão de Trabalho Digital (CTPS) também permite visualizar benefícios. Você vai descobrir quanto será pago, quais datas serão permitidas para saque e qual banco vai mediar o recebimento de benefícios.


Observe, no entanto, que essas informações também são acessíveis a partir de Gov.br.


  • Primeiro, baixe o aplicativo.
  • Abra o aplicativo e digite CPF na área de login.
  • Digite sua senha do Gov.br.
  • Depois de entrar, basta ir até o canto superior da tela e você verá os detalhes do PIS.
  • Você tem a opção de fazer perguntas na mesma aplicação.


É importante notar que você precisa obter uma conta em Gov.br para acessá-la. Caso não, basta se cadastrar informando seu nome completo, data de nascimento, e-mail e número do CPF. A consulta do PIS pelo CPF também pode ser feita através da central de atendimento (número 158).


Cotas do PIS/Pasep


Atualmente, cerca de 10 milhões de trabalhadores que trabalharam na carteira assinada entre 1970 e 1988 têm direito à cota do fundo PIS/Pasep. Um montante de mais de 23 bilhões de reais já está disponível.


Vale ressaltar que a cota não está relacionada ao pagamento do abono salarial PIS/Pasep, que é anunciado anualmente. O benefício em questão é liberado ao trabalhador uma vez na vida, desde que o trabalhador seja elegível.


No entanto, é importante ressaltar que, em caso de morte de um trabalhador, seus direitos repassam aos seus herdeiros ou dependentes. Os prazos de pagamento são 1º de junho de 2025 e não haverá novas oportunidades de resgate.


  1. Saque das cotas pelo titular


Se o interessado for trabalhador, então faça a confirmação, apresente um documento oficial com foto e solicite informações sobre a atribuição do PIS/Pasep. O cidadão pode ir até a agência da Caixa.


  1. Saque das cotas pelos herdeiros

Por fim, em caso de morte do proprietário, o herdeiro ou dependente pode receber a atribuição patriarcal. Para isso, é necessário apresentar à caixa todos os documentos que comprovem a identidade do trabalhador falecido e sua ligação com ele, tais como:


  • Em primeiro lugar, certidão de óbito e declaração de dependente habilitado à pensão por morte emitido pelo INSS;
  • Certidão de óbito e a certidão ou declaração de dependente habilitado à pensão por morte;
  • Alvará judicial designando os beneficiários ao saque;
  • Por fim, escritura pública de inventário.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem