Começou! Reavaliação do Auxílio Brasil: Milhares de famílias são excluídas, Confira sua situação

Imagem: Reprodução/Google





Mensalmente, o Ministério da Cidadania, pasta responsável pelo apoio brasileiro, e o Dataprev realizam um cruzamento de dados de famílias beneficiadas por programas sociais. Portanto, aqueles que não estiverem dentro dos critérios de elegibilidade serão removidos do programa. No entanto, a suspensão do programa não é decisiva, uma vez que os beneficiários podem normalizar a situação e voltar a receber a transferência da ajuda brasileira após outra revisão.


Diante disso, da última vez que houve uma reavaliação da ajuda brasileira, em novembro cerca de 53 milhões de famílias beneficiárias cortaram benefícios devido a discrepâncias nos dados do cadastro. De acordo com o governo federal, esses beneficiários não atualizaram suas informações dentro do prazo estabelecido.


Reavaliação do auxílio Brasil


Em Setembro deste ano, o Ministério da Cidadania realizou uma reavaliação da ajuda brasileira. Por isso, essa medida visa limitar os pagamentos a pessoas com renda que se enquadre nos requisitos do programa.


No entanto, os beneficiários da ajuda brasileira acreditam que podem continuar a receber benefícios simplesmente registrando-se no Cadunico sem atualizar seus dados. No entanto, os dados cadastrais devem estar sempre atualizados.


Além disso, se houver alguma alteração na família, como o nascimento ou morte de outro membro, é necessário aconselhar.


Como faço para renovar meu cadastro?


Para renovar o CadÚnico, o cidadão deve se dirigir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) próximo à sua casa ou ao Posto de Assistência Brasileiro. Portanto, o guardião da família, de preferência uma mulher, deve apresentar documentos pessoais e familiares. Se você é um indígena, você também deve apresentar o Registro de Nascimento Indígena (RANI).


Quais são os requisitos para receber o auxílio Brasil? 


As pessoas que se encontram nas seguintes situações têm direito à ajuda brasileira:


  • Famílias em situação de extrema pobreza – renda familiar mensal por pessoa de até R$ 105,00;
  • Famílias em situação de pobreza (desde que tenham, entre os seus membros, gestantes ou pessoas menores de 21 anos) – renda familiar mensal por pessoa entre R$ 105,01 e R$ 210,00.
  • Ter inscrição no CadÚnico.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem