"Assassino de Planetas": Descoberto um asteroide gigantesco que pode colidir com a Terra; Veja detalhes

Imagem: Reprodução/Google



Uma equipe internacional de astrônomos relatou a descoberta de um asteroide gigante potencialmente perigoso para a Terra. Por suas dimensões, o objeto é considerado um "assassino de planetas". Não nos representa um risco imediato, mas a hipótese de consequências catastróficas em um futuro distante não está descartada.


Asteroides 2022 AP7


Batizado de 2022 AP7, o asteroide recém-descoberto tem 1,5 km de largura. Segundo os pesquisadores, este é o maior objeto potencialmente perigoso descoberto nos últimos oito anos. Além disso, foi confirmado que dois outros objetos localizados perto da Terra estão vagando entre as órbitas do nosso planeta e Vênus.


"Asteroides com mais de 1 km de tamanho são considerados assassinos planetários", disse Scott Shepherd, astrônomo e líder de pesquisa da Carnegie Institution for Science. Segundo ele, se um objeto desse tipo atingir a Terra, as consequências serão catastróficas para a vida, poeira e poluentes serão liberados na atmosfera, onde permanecerão por anos. "Se a luz solar não chegasse ao planeta, a superfície da Terra provavelmente esfriaria significativamente e, como não é vista na Terra há milhões de anos, será um evento de extinção em massa", disse ele.


Os cientistas confirmaram que o asteroide cruza a órbita da Terra, mas o padrão continua por séculos, já que quando nosso planeta está no lado oposto do Sol, leva cinco anos para o objeto completar sua órbita ao redor do Sol. No entanto, com o tempo, o movimento orbital do asteroide se tornará mais sincronizado com o movimento orbital da Terra. Os cientistas não sabem exatamente o suficiente para dizer o quão perigosa será a órbita do asteroide no futuro, mas Shepard garante que estará longe da Terra nos próximos séculos.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem