O Auxílio Gás vai ser pago junto com o Bolsa Família em 2023? Confira!

Imagem: Reprodução/Google





Na última Quinta-Feira (22), o orçamento de 2023 foi aprovado pela Assembleia Nacional. Por isso, entre outras coisas, o texto oferece mais 1,5 bilhão de reais para auxílio ao gás, valor que completa os 2,2 bilhões de reais já oferecidos pelo Governo Bolsonaro pelo custo dos lucros. 
Portanto, o auxílio gás tende a continuar a acomodar 13% dos cilindros de gás de 100kg.


No entanto, a equipe de transição do governo eleito considerou a ideia de acabar com a ajuda ao gás porque acredita que o programa de compra de gás de cozinha não foi bem formulado porque há recursos suficientes para atender a todos. Portanto, seria mais viável fechá-lo e gastar dinheiro para aumentar o valor do Bolsa Família.


Auxílio Gás


O programa, intitulado "Gás para os brasileiros", foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em 22 de novembro de 2021 e tem validade de cinco anos. O objetivo é reduzir o impacto econômico causado pelo aumento do gás nas famílias mais pobres.


Assim, como de costume nas iniciativas sociais, os benefícios do auxílio ao gás incluem as famílias em um único cadastro (CadÚnico) para os programas sociais federais. E o pagamento é dado à família e à mulher responsável pelas vítimas de violência doméstica.


Orçamento 2023


Diante disso, além de mais recursos para assistência ao gás, o orçamento aprovado em 2023 também prevê:


  • Bolsa Família no valor de R$ 600,00 em 2023 – a proposta do governo Bolsonaro era de R$ 405,00;
  • Salário mínimo de R$ 1.320,00 em 2023 – a proposta do governo Bolsonaro era de R$ 1.302,00;
  • Adicional de R$ 150,00 por criança de até seis anos que integre famílias beneficiárias do Bolsa Família;
  • Reajuste de 9% para servidores do Poder Executivo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem