Presidente Bolsonaro reajusta salário mínimo a R$ 1.302, ganho real de 1,5% com ajuda da inflação menor; Saiba mais

Imagem: Reprodução/Google




O presidente Jair Bolsonaro anunciou medidas provisórias para aumentar o salário mínimo de 1.212 reais para 1.302 reais a partir de 1º de janeiro de 2023, mas esse é um valor que já estava previsto quando o orçamento foi apresentado, e que implica apenas uma correção pela inflação, mas agora representa um lucro real de cerca de 1,5% devido à recua no índice de preços.


A revisão de 2023 do valor mínimo nacional tem em conta uma variação estimada de 5,81% no Índice Nacional de Preços no Consumidor (INPC) em 2022, mais um lucro real de cerca de 1,5%, informou o Gabinete do Presidente em comunicado. A medida foi publicada em edição especial do Diário Oficial da União nesta Segunda-Feira.


Em Agosto, quando o governo enviou o projeto de lei orçamentária anual de 2023 ao parlamento, o Ministério da Economia projetou que o INPC usado como base para a fixação do salário mínimo terminaria 2022 com 7,41%, elevando o piso do país para 1.302 reais em 2023, sem prever um aumento substancial.


Desde então, as previsões de inflação recuaram, e a carteira agora vê um INPC de 5,81% no final deste ano, mas o ajuste do piso nacional foi mantido como previsto no projeto de orçamento.


Bolsonaro não cumpriu suas promessas de campanha, que previam um aumento mais forte no valor, apesar de um aumento substancial, auxiliado por uma inflação mais baixa.


Durante a campanha, levando em conta a divulgação de informações de que a gestão de Bolsonaro avaliou a facilitação da desindexação do orçamento, pode não ser obrigada a permitir que o governo ajuste o salário mínimo, e o candidato na época prometeu elevar o piso nacional para 1.400 reais a partir de 2023.


Nos três primeiros anos de seu governo, Bolsonaro corrigiu o salário mínimo pela inflação, sem dar aos trabalhadores um aumento substancial.


Luís Inácio Lula da Silva, que foi eleito após derrotar Bolsonaro nas pesquisas de opinião, prometeu retomar uma política de aumento real do salário mínimo, que havia sido suspenso pela atual gestão. A mudança de governo ainda não apresentou propostas concretas nesta área.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem