Valor da herança de Marília Mendonça CAI depois de reviravolta na Justiça; Entenda

Imagem: Reprodução/Google




Um novo movimento no legado milionário de Maria Mendonça voltou a ser tema da internet. Há poucos dias, o herdeiro do cantor perdeu R$ 360 mil em um processo contra o empresário Pedro Barbosa do Santos, que entrou na Justiça para negociações de músicas vendidas exclusivamente para ele.


No momento da edição, os dois estavam negociando exclusividade para suas seis músicas.


Esse processo está na Justiça desde 2017 e o valor exigido foi de R$ 60 mil por música, totalizando R$ 360 mil. Após a viralização do caso, a assessoria do cantor com Mauricio Vieira de Carvalho Filho, o advogado responsável pelo caso, se manifestou para esclarecer alguns fatos sobre o que aconteceu.


Maria Mendonça: Valor da indenização é menor


Em nota ao Portal Metrópole, o assessor e advogados informaram que, segundo a decisão do juiz Gilmar Coelho, o valor total da indenização foi estipulado no valor de R$ 60 mil. O número foi definido da seguinte forma: R$ 10 mil por configuração, e não R$ 60 mil pelo que estavam falando.


Para apurar o valor, o juiz entendeu que o valor processado pelo empresário ultrapassou os limites do bom senso e da legalidade, uma vez que o valor de compra da composição era baixo: apenas 1000 reais para cada um.


É importante ressaltar que a composição foi entregue oficialmente em vida pelo cantor. Outro ponto que vale ressaltar é que o contrato foi feito quando Marília tinha apenas 13 anos, representada pela mãe no ato da venda. Assim, a entrega da música foi oficialmente comprovada nos arquivos do processo.


Isso levou a uma ligeira diminuição na herança do cantor, já que a família perdeu o recurso que exigiam em janeiro daquele ano. Por fim, o valor final acordado de R$ 60 mil deve ser entregue ao empreendedor.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem