Bolsa Família: Adicional R$ 150 não será pago ESTE mês; Veja a previsão

Imagem: Reprodução/Google



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante sua campanha eleitoral, prometeu pagar R$ 150 adicionais aos beneficiários do Bolsa Família, que tiverem filhos de até 6 anos de idade. No entanto, os pagamentos não começam em janeiro.


De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Diaz, a implementação das medidas adicionais deve levar pelo menos 60 dias. Depende da reestruturação da rede de assistência social pelo Ministério do Desenvolvimento Social e da conclusão do pente fino, que foi anunciado no final do ano passado.


Um pente fino torna-se um processo de levantamento cadastral, com o objetivo de excluir aqueles que recebem benefícios indevidamente e incluir aqueles que realmente precisam. Segundo Dias, há sinais de "grandes irregularidades" no salário atual do programa.


"Vamos fazer uma espécie de censo especial para registro, dentro tem pessoas ilegalmente, e quem tem direitos está fora", disse o ministro. No entanto, ele garante que o plano não é apenas cortar famílias, mas levar recursos para quem realmente precisa de renda.


Reestruturação da Assistência Social


O governo federal quer retomar algumas exigências que existiam antes de o Bolsa Família ser transformado no Auxilio Brasil por Jair Bolsonaro. Exigiu condicionalidade e tornou as políticas públicas de saúde, educação e assistência social acessíveis aos cidadãos de baixa renda.


Esses compromissos incluíam, por exemplo, manter os cartões de imunização das crianças atualizados e garantir a frequência mínima em sala de aula para jovens em idade escolar. Cabe à Secretaria de Desenvolvimento compilar as medidas provisórias junto com a pasta Saúde e Educação para reformular o programa.


Pente fino no Bolsa Família


No caso dos pentes finos, o foco está nos beneficiários que vivem sozinhos - famílias solteiras. Desde novembro de 2021, o número de aprovados sob essa condição disparou, criando distorções no programa. Segundo o TCU (Tribunal de Contas da União), atividades fraudulentas fazem com que o governo perca cerca de 2 bilhões de reais por mês.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem