12.4 C
São Paulo
quinta-feira, maio 30, 2024

Auxílio Mãe Solteira: Projeto de Lei que prevê o pagamento de R$ 1,2 MIL do Bolsa Família?

Veja mais

Com a mudança do Bolsa Família, fica a dúvida se o patriarca da mãe receberá o auxílio de uma mãe solteira. A espera pela criação desse privilégio começou em 2020.
Imagem: Reprodução/Pronatec

Com a mudança do Bolsa Família, fica a dúvida se o patriarca da mãe receberá o auxílio de uma mãe solteira. A espera pela criação desse privilégio começou em 2020. Na época, o governo federal criou um auxílio emergencial de R$ 600,00 devido à pandemia de Covid-19. A mulher que lidera a família poderia receber duas verbas de assistência. Ou seja, R$ 1200,00.

Em 2021, o governo deixou de pagar o auxílio emergencial e passou a pagar R$ 400,00 pelo auxílio emergencial. Assim, o patriarca da mãe deixou de ser beneficiado com R$ 1200,00. Desde então, espera-se que o governo produza sua própria ajuda para esse povo. Continue lendo este artigo para ver se você pode ser pago por benefícios de mãe solteira.

Afinal, o Governo pagará benefícios à mãe do chefe da família?

Respondendo diretamente à pergunta, é altamente improvável que o governo pague um benefício de R$ 1.200 às mulheres chefes de família. Há até projetos de lei na Assembleia Nacional que geram auxílio. No entanto, estamos trabalhando nisso desde 2021. O país enfrenta uma grave crise financeira, por isso é improvável que seja aprovado pelo Parlamento.

No entanto, é possível chegar a um valor de 1.200 no Bolsa Família. Em março, o governo federal anunciou mudanças no programa de transferência de renda. Além da nomenclatura, novas regras foram criadas. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) estabeleceu um mínimo de R$ 600,00.

Além disso, há outros que são pagos em junho. Desde março, o governo paga o benefício infantil. Nesse caso, o beneficiário recebe R$ 150,00 por criança de até 6 anos de idade. A cota máxima adicional é de quatro filhos. Ou seja, R$ 600,00 somados à parte tradicional do Bolsa Família somam R$ 1,2 mil. Vale ressaltar que essa sobretaxa é destinada às mães chefes de família, mas aos demais segurados que se enquadrem nos critérios.

Além disso, é possível receber mais três: Tudo por R$ 50,00 começando a ser pago neste mês. O público-alvo são crianças de 7 a 18 anos, gestantes e, por fim, lactantes. Vale ressaltar que famílias com 5 ou mais integrantes recebem R$ 142,00 por pessoa (por pessoa).

Afinal, como se cadastrar no Bolsa Família em junho de 2023?

O programa é destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A mãe do chefe da família que atenda aos critérios pode receber o benefício. Existem três regras:

  • Requer renovação de inscrição em cadastro único (CadÚnico) para programas sociais federais.
  • Receber no máximo R$ 218,00 de renda familiar per capita.
  • Por fim, respeite as condições – o compromisso que o segurado assume no campo da educação e da saúde.

A mãe chefe de família e outros grupos podem se inscrever ingressando na unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias