13.6 C
São Paulo
quarta-feira, maio 29, 2024

O Auxílio Brasil para os jovens acabou; Mas o Bolsa Família tem um benefício exclusivo para adolescentes; Veja

Veja mais

O Auxílio Brasil Jovem foi um benefício criado durante o governo de Jair Bolsonaro e proporcionou incentivos financeiros a jovens de famílias atendidas pelo Aucilio Brasil. O objetivo do programa era incentivar as atividades esportivas e científicas dos alunos.
Imagem: Google

O Auxílio Brasil Jovem foi um benefício criado durante o governo de Jair Bolsonaro e proporcionou incentivos financeiros a jovens de famílias atendidas pelo Auxílio Brasil. O objetivo do programa era incentivar as atividades esportivas e científicas dos alunos.

Com o fim do programa de transferência de renda e a devolução do Bolsa Família, o lucro deixou de existir. No entanto, o governo federal continua repassando valores para crianças e adolescentes de famílias de baixa renda.

Como funciona agora

A atual equipe de gestão se concentra em adequar o valor do remanejamento às necessidades das famílias atendidas. Assim, além de garantir R$ 600 por mês independentemente da configuração da casa, também foram criados mais dois para menores e gestantes.

Crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos receberão benefícios familiares variáveis que garantem uma taxa de R$ 50 ou mais por membro dentro dessa faixa etária. O segundo é destinado a crianças de até 6 anos e equivale a R$ 150.

Não se destina a garantir a dignidade dos beneficiários do Bolsa Família e premiar o desempenho das crianças, por isso não é necessário se destacar em competições científicas e esportivas para receber acréscimos.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, em junho 2,46 milhões de pessoas receberam um adicional e investiram um total de R$ 119,5 milhões.

Com a criação de dois valores adicionais, o valor médio pago pelo Bolsa Família chegou a R$ 705,40 no mês passado. Mais de 21,2 milhões de famílias pagam salários pelo programa.

Como faço para participar do programa?

Para acessar o Bolsa Família e seus acréscimos, é preciso procurar o Centro de Apoio de Referência Social (CRAS) para se cadastrar no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico). Esse sistema é a porta de entrada para muitas iniciativas federais.

As famílias interessadas devem ter renda mensal de até R$ 218 por pessoa, além de cumprir condições como manter a carteira de vacinação em dia e garantir frequência escolar para menores de idade. Também é necessário acompanhar corretamente a alimentação de crianças de até 6 anos e o pré-natal das gestantes.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias