18.2 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024

Atenção! Governo anuncia as novas regras do Programa Minha Casa Minha Vida; Confira

Veja mais

Neste ano, o Minha Casa, Minha Vida voltou a ocupar o lugar de Casa Verde e Amarela, os interesses do governo que substituiu o primeiro durante o regime anterior. Aliás, recentemente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou uma lei decretando diretrizes para o programa.

Dessa forma, se você tem interesse em operar o programa e quer saber como se juntar para conseguir sua casa própria, continue acompanhando o texto a seguir e descubra tudo.

Como funciona o novo Minha Casa, Minha Vida?

Inicialmente, o Minha casa, Minha vida foi criado em 2009, um dos mandatos anteriores do presidente Lula. Ele foi substituído durante o governo Bolsonaro, por isso agora foi reformulado e as regras voltadas para pessoas de baixa renda estão sendo retomadas.

Na semana passada, o presidente do PT sancionou um projeto de lei que daria várias definições para programas que atualmente oferecem melhores condições de financiamento. Com essas atualizações, o atual governo espera financiar pelo menos 2 milhões de imóveis em quatro anos. Só no final de 2023, por exemplo, devem ser 555 mil entregas.

Em geral, o programa atende famílias que vivem em áreas urbanas e rurais, cada uma com suas regras. Além disso, o governo divide essas famílias em três faixas principais com base na renda que recebem a cada mês ou ano.

O emprego das famílias da primeira e segunda faixas é realizado diretamente pela construtora ou pela Caixa Econômica. Para fazer isso, execute uma simulação para ver quanto você pode pagar por mês. A faixa 3 pode ser endereçada a uma construtora. Tudo vai depender de quanto a pessoa pode entrar e como o valor do pagamento pode ser dividido. Confira abaixo.


Faixa 1

Nesse caso, o valor do financiamento para imóveis pode chegar a até R$ 170 mil.

Rural – faixa de renda anual de até R$ 31.680.
Cidade – faixa de renda mensal de até R$ 2.640.
Nesse caso, a taxa de juros foi reduzida, elevando a taxa de juros para pessoas que moram nas regiões Nordeste e Norte do país de 4,25% para 4%. Nas demais regiões, as quedas foram de 4,50% e 4,25%.

Faixa 2

Aqui, o valor pode chegar a R$ 264 mil.

Rural – faixa de renda anual de até R$ 52,8 mil.
Cidade – faixa de renda mensal até R$ 4,4 1000.
O limite de juros, nesse caso, é de 8,16% ao ano.

Faixa 3

Neste último caso, o valor do financiamento pode chegar a R$ 350 mil.

Rural – faixa de renda anual de até R$ 96 mil.
Cidades – faixa de renda mensal de até R$ 8 mil.
O limite de juros, nesse caso, também é de 8,16% ao ano. Para mais informações, acesse o site da Caixa (https://www.caixa.gov.br/).

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias