21.9 C
São Paulo
quarta-feira, abril 17, 2024

Valor gasto mensalmente pelo presidente Lula em seu cartão corporativo está chamando a atenção dos brasileiros;Confira

Veja mais

Desde que assumiu a presidência do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) visitou o país e o exterior muitas vezes para cumprir a agenda, e o valor gasto em seu cartão corporativo chamou a atenção de alguns.

O valor arrecadado é de 8 milhões de reais, que consiste nos meses de Janeiro a Setembro, o que representa um recorde. Nesse sentido, outra coisa que me chamou a atenção foi que a equipe do presidente passou quatro meses sem revelar quanto dinheiro gastou na viagem.

Diante disso, a Folha de São Paulo pediu esclarecimentos à Controladoria Geral da União (CGU), que informou ter havido mudança no processo de envio de extratos. Além disso, o órgão comentou que a responsabilidade por essa prestação de contas é do Banco do Brasil (BB).

Gastos de Lula e comparação com outros presidentes do Brasil

O valor de 8 milhões de reais equivale a 1,1 milhão de reais por mês proporcionalmente. Nesse sentido, é interessante comparar os gastos do governo anterior com cartões corporativos com os dos governantes.

A ex-presidente Dilma Rousseff, do mesmo partido, gastava em média 905 mil reais por mês. O presidente Michel Temer (MDB), que assumiu após o impeachment, gastou um valor significativamente menor, de 584 reais por 1000 reais por mês.

Vale ressaltar que, para alcançar esses objetivos comparativos, foram utilizados dados do Cartão de Pagamento Federal (CPGF) publicados pela Secretaria Administrativa da Presidência da República.

Na verdade, a quantidade pode ser ainda maior; Veja!

O valor revelado oficialmente foi de R$ 8 milhões. No entanto, esse valor não cobre todas as despesas do presidente Lula e, afinal, os executivos ainda adotam um segundo tipo de cartão, que é chamado de cartão de aquisição centralizada.

Este item abrange outras despesas, inclusive as relacionadas a passagens aéreas, e a fatura correspondente ainda não foi divulgada pela CGU. A justificativa para isso é a mesma: o atraso na entrega do prontuário pelo BB.

Por fim, a CGU informou que, assim que essas declarações forem anexadas pelas instituições financeiras responsáveis, os dados do portal da transparência serão atualizados. Isso permite uma compreensão mais realista dos gastos do governo.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias