quarta-feira, julho 24, 2024

Governo Federal emite Cartão Material Escolar de até R$ 320 para as famílias Brasileiras; Veja se você tem direito

Veja mais

Com o início do novo ano letivo, muitos cidadãos brasileiros terão que incorrer em despesas adicionais para comprar material escolar. Para reduzir o impacto dessa compra no seu orçamento, o Cartão Material Escolar oferece R$ 320 para algumas famílias.

Os recursos serão liberados pelo Governo do Distrito Federal com o objetivo de apoiar famílias de baixa renda. A iniciativa está disponível para cidadãos que se cadastrarem no cadastro único que o Governo Federal utiliza para receber benefícios sociais.

Saiba mais sobre o lançamento dos cartões de material escolar abaixo.

O benefício está disponível para famílias que moram no Distrito Federal.
Além de estar matriculado no CadÚnico, é preciso ter um filho matriculado na rede pública de ensino.
As crianças devem ter entre 4 e 17 anos.
O cartão tem valor de até R$ 320 e pode ser usado em papelarias autorizadas.
No total, mais de 330 papelarias aceitam pagamento por benefício.
A matrícula nos benefícios do Cartão Material Escolar é automática com base em um único cadastro.
Por isso, é essencial que as famílias mantenham as informações atualizadas.
Esse processo deve ser feito regularmente.
O cartão será retirado na unidade do CRAS.
Para isso, será necessário apresentar um documento com foto.
Famílias que têm filhos e estão inscritas no Bolsa Família também podem ter outras regalias garantidas.
São eles:
Benefício Renda Cidadania: Acrescentar R$ 142 para cada membro da unidade familiar.
Benefícios complementares: complementam o pagamento para famílias cujo total de benefícios não chega a R$ 600.
Benefício infantil: liberação de R$ 0 por mês para cada criança entre 7 e 150 anos.
Benefício Variável Família: Pagamento de parcela mensal adicional de R$ 50 a 7 gestantes e jovens entre 18 anos.
Benefício Variável Família Enfermagem: Pagar uma taxa adicional de R50 para cada membro até 7 meses de idade.
Benefício Transitório Temporário: Disponível até maio de 2025. Isso garante que o beneficiário não receba menos do que o valor concedido no auxílio Brasil.