28.7 C
São Paulo
quarta-feira, maio 22, 2024

Brasileiros tem direito ao saque único de R$ 6.220,00: Veja os requisitos para receber

Veja mais

Um grupo de brasileiros de 9 estados e 18 municípios tem direito a um saque único de até R$ 6.200, mas para isso é preciso cumprir os requisitos. Isso porque o valor é liberado por meio de uma das modalidades de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores com carteira assinada.
Imagem: Google

Um grupo de brasileiros de 9 estados e 18 municípios tem direito a um saque único de até R$ 6.200, mas para isso é preciso cumprir os requisitos. Isso porque o valor é liberado por meio de uma das modalidades de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores com carteira assinada.

Quem está apto a receber saques deve ficar atento, pois existe um prazo para que o valor seja resgatado. Após a data, a pessoa perde o direito de sacar o FGTS. A principal forma de saque do fundo de garantia é em caso de demissão sem motivo, mas existem algumas outras situações em que o valor total das contas ativas e inativas pode ser resgatado.

E a modalidade que vamos introduzir aqui é a modalidade de pilhagem de calamidade. Uma pessoa que mora em um dos locais liberados para resgate pode fazer um pedido de saque pelo aplicativo, assim o valor é fornecido ao trabalhador em poucos dias. Entenda melhor os seguintes detalhes:

Quais são os requisitos para retirar?

Trabalhadores brasileiros que trabalham com carteira assinada, têm saldo entre contas ativas e inativas do FGTS e moram em locais que passaram por desastres naturais podem solicitar o ressarcimento do saque do desastre. Para isso, a cidade ou estado deve ter declarado situação de calamidade pública.

São situações que envolvem enchentes, deslizamentos, tempestades, rompimentos de barragens, enchentes e outros tipos de danos causados por desastres naturais que deixaram os moradores da região vulneráveis. Quando algo assim acontece, as pessoas muitas vezes perdem tudo e não têm onde morar.

Assim, o objetivo é saquear desastres para fornecer apoio financeiro e permitir que os trabalhadores e suas famílias reorganizem suas vidas. O valor depende de quanto a pessoa tem na conta do fundo de garantia e pode ser de até R$ 6,2 1000. O valor é creditado na conta do caixa em nome do trabalhador ou transferido para uma conta em outro banco.

Os trabalhadores que cumpram os requisitos acima e residam em um dos seguintes locais podem solicitar o reembolso da retirada em caso de desastre:

No Acre: Epitaciolândia, Rio Branco e Xapuri; no Maranhão: Pedreiras e Trizidela do Vale; no Pará: Marabá; em Pernambuco: Caruaru; no Paraná: Bandeirantes, Nova Laranjeiras e Tibagi; no Rio de Janeiro: São Gonçalo e Valença; no Rio Grande do Sul: Dom Pedro de Alcântara; em Santa Catarina: Benedito Novo, Corupá, São Bento do Sul e São João do Itaperiú; e em São Paulo: São Luis do Paratinga e Tuiuti.

Você pode verificar o prazo de retirada visitando o seguinte site: https://www.fgts.gov.br/Pages/sou-trabalhador/saque-calamidade.aspx. A lista de locais com saques liberados é atualizada semanalmente.

A solicitação pode ser enviada para um aplicativo do FGTS

A solicitação deve ser feita através do aplicativo FGTS (Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.fgts.trabalhador&hl=pt_BR&gl=US ou iOS: https://apps.apple.com/br/app/fgts/id1038441027), é preciso escolher o município, a opção de como deseja sacar, enviar os documentos e aguardar o processamento de análise.

Veja Mais

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias