12.4 C
São Paulo
quarta-feira, maio 29, 2024

Milhões de Brasileiros podem ter direito a ISENÇÃO na conta de luz; Veja como consultar

Veja mais

A isenção na conta de luz pode ser solicitada por milhões de brasileiros! E, no entanto, por simplesmente não saberem da existência desse benefício, pessoas em todas as partes do país perderão a oportunidade de pagar valores muito menores na conta de energia. Para garantir que você aproveite esses descontos, os brasileiros devem atender a vários critérios definidos pelo Governo Federal.

O benefício em questão é muito importante, já que grande parte da população brasileira compromete grande parte de seu orçamento mensal com o pagamento de contas de luz, água, internet e outras que são faturadas mensalmente. Nesse sentido, quem tem direito à isenção da conta de luz? Abaixo você encontrará todas as informações que você precisa saber sobre os benefícios, incluindo tabelas de descontos e requisitos dos participantes.

Inscrição no CadÚnico é essencial para receber benefícios

Antes de falar sobre isenções na conta de luz, é importante lembrar que atualmente cerca de 73 milhões de brasileiros estão cadastrados no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal. A maioria desses inscritos garante acesso aos programas de transferência de renda primária da União.

O Cadastro Único de Programas Sociais é a principal base de dados utilizada pelo governo para definir os salários dos principais interesses da União, como o Bolsa Família, vale gás e, claro, isenções na conta de luz.

Portanto, para garantir que aproveitem essas vantagens, os brasileiros devem sempre manter o CadÚnico atualizado. A renovação é realizada a cada dois anos, de forma obrigatória. Você também deve atualizar o registro sempre que um membro da família experimentar mudanças significativas, como nascimento, morte, casamento, obtenção de uma nova fonte de renda ou mudança de local de residência.

Qual o benefício que pode garantir a isenção da conta de luz?

A vantagem de garantir a isenção das tarifas de energia elétrica é a tarifa social de energia elétrica, um programa social voltado principalmente para brasileiros que vivem em situação de pobreza, extrema pobreza e vulnerabilidade social.

Esse programa, para quem não sabe, foi criado pela Lei nº 10.438, segundo o site oficial do governo federal. Como você já sabe, seu objetivo é oferecer um desconto na sua conta de energia mensal. Em alguns casos, a redução pode chegar a 65%.



 

Para garantir esses descontos, o governo federal opta por isenções de alguns impostos e taxas nas contas de energia tradicionais. Ou seja, esses impostos aparecem nas contas de luz de todos os brasileiros, exceto aqueles que têm direito a receber as tarifas sociais de energia elétrica. São eles:

  1. Custo de Desenvolvimento Energético (EDC)
  2. Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia (Proinfa).

Como é calculada a isenção na conta de luz?

Como mencionado anteriormente, os beneficiários das tarifas sociais de energia elétrica podem ter garantido o acesso a descontos de até 65% nas mensalidades das contas de luz. Nesse sentido, surge a pergunta: como o governo calcula a taxa de desconto?

De acordo com a legislação nacional, que traz as principais regras de benefícios, as isenções na conta de luz são aplicadas de forma cumulativa e incremental, dependendo da quantidade de energia que cada família gasta por mês.

Ou seja, quanto menor o consumo de energia da residência (kWh, expresso em quilowatts-hora), maior o valor da isenção. Aqui está uma tabela completa com todos os descontos que afetam sua conta.

  1. Residências de 0 a 30 kWh por mês têm garantido 65% de desconto na conta de energia.
  2. Residências de 31 a 100 kWh por mês garantem 40% de desconto na conta de energia.
  3. Residências de 101 a 220 kWh por mês têm garantido 10% de desconto na conta de energia.
  4. Famílias que gastam mais de 220 kWh por mês não recebem desconto nas tarifas sociais de energia elétrica.

Por isso, como você pode ver, as famílias precisam manter o consumo de energia baixo para continuar recebendo descontos na conta de luz.

A aplicação cumulativa de benefícios também traz muitos questionamentos ao segurado. Para facilitar tudo, um exemplo é apresentado considerando uma família que consome 150 kWh de energia por mês.

  1. O preço cobrado para consumo de até 30 kWh garante 65% de desconto.
  2. O preço cobrado pelo consumo de 31 a 100 kWh garante 40% de desconto.
  3. O preço cobrado pelo consumo entre 100 e 150 kWh garante 10% de desconto.

Quem tem direito a receber as tarifas sociais de energia elétrica?

A inscrição ativa no Cadastro Federal de Programas Sociais Únicos e a redução do gasto com energia são um dos principais critérios que as famílias devem atender para garantir a isenção do valor das contas de luz.

No entanto, não basta se cadastrar no CadÚnico e gastar pouca energia para conseguir descontos nas tarifas sociais de energia elétrica. Como você já sabe, os benefícios são destinados aos grupos prescritos estabelecidos pelas leis que regem o programa. São eles:

  • Famílias inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) com renda mensal per capita de até meio salário mínimo (R$ 660 para 2023);
  • Famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal total de, no máximo, 3 salários mínimos (R$ 3.960 para 2023), com Pessoas com Deficiência (PCDs) que dependem de tratamentos que necessitam do uso contínuo de aparelhos que utilizam energia elétrica (que devem ficar o tempo todo ligados na tomada);
  • Pessoas idosas com mais de 65 anos que recebem os pagamentos mensais do Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica de Assistência Social (BPC/LOAS);
  • Pessoas com Deficiência (PCDs) que recebem os pagamentos mensais do Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica de Assistência Social (BPC/LOAS).
Como faço para solicitar a isenção da conta de luz?

Você não precisa fazer solicitações específicas para obter um desconto nas tarifas sociais de energia elétrica! Todos que têm direito à isenção na conta de luz recebem automaticamente os benefícios.

No entanto, para garantir que os descontos estejam disponíveis, é preciso sempre se manter em dia com o cadastro do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.

Além disso, alguns problemas de inscrição podem impedir que você possa aproveitar seus benefícios. Por exemplo, para que uma isenção esteja disponível, a conta de luz deve ser de propriedade do beneficiário em questão.

Portanto, quando a conta de luz vem em nome de outra pessoa, a família do beneficiário deixa de receber o desconto, mesmo que atenda às normas do governo. Nesse caso, o segurado deve entrar em contato com a distribuidora de energia local para resolver o problema.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias