16.3 C
São Paulo
quarta-feira, maio 29, 2024

Atenção beneficiários! Presidente Lula confirma cancelamento do Programa Bolsa família para aqueles que estão com o CPF IRREGULAR; Entenda

Veja mais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou o bloqueio do Bolsa Família para segurados com CPFs irregular.
Imagem: Google

O presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) confirmou o bloqueio do Bolsa Família para segurados com CPFs irregular. Nesse sentido, beneficiários com alguma pendência no documento podem não receber transferências de renda.

Informações incorretas ou incompletas do CPF da Receita Federal. Nesse caso, o CPF pode suspender, cancelar ou adiar a normalização. Veja como funciona cada caso:

  1. CPF suspenso: Indica inscrição incompleta na Receita Federal.
  2. CPF cancelado: Indica que a Receita Federal detectou que você pode ter mais de um número de CPF ou que há uma obstrução judicial.
  3. CPF Pendente de Normalização: Implica que a situação está diretamente relacionada ao Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Nesse caso, é importante entregar uma declaração anual do Imposto de Renda, caso você não faça a declaração do Imposto de Renda, o CPF ficará em espera.

Outro motivo que pode levar à suspensão de seus documentos é o não comparecimento à votação. Portanto, brasileiros que não compareceram à última eleição e não justificaram sua ausência podem ter seu CPF suspenso.

Muitos beneficiários acreditam que ter um CPF irregular está associado à negativação. No entanto, vale ressaltar que usar o nome sujo não interrompe o CPF do cidadão. Dessa forma, mesmo beneficiários com nomes irregulares podem receber o Bolsa Família.

Outros bloqueios do Bolsa Família

Para receber o Bolsa Família, é importante que o segurado esteja dentro dos critérios do programa, ou seja, esteja oficialmente cadastrado em um cadastro único (CadÚnico) e tenha uma renda mensal de até R$ 218 por pessoa da família. Além disso, como já fomos informados, é importante utilizar documentos regulares.

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social só deve bloquear a transferência se o segurado tiver registro pendente. Nesse caso, o beneficiário pode ser flagrado em um pente fino de cadastro único. Se o CadÚnico for bloqueado, o segurado também terá benefícios sociais como o Bolsa Família suspensos.

Outro motivo que pode levar ao bloqueio do Bolsa Família é a violação das regras condicionais do programa. Caso o beneficiário seja bloqueado por não cumprir as normas do Bolsa Família, o beneficiário não tem direito ao parcelamento retroativo. Confira abaixo as regras condicionais para o programa de transferência de renda.

  1. Os pais devem manter seus filhos entre 4 e 5 anos com um mínimo de 60% de frequência escolar.
  2. Os pais devem manter seus filhos e adolescentes entre 6 e 18 anos com um mínimo de 75% de frequência escolar.
  3. Acompanhamento nutricional de crianças até 6 anos (peso e altura).
  4. Os pais devem manter a carteira de vacinação de todos os familiares em dia.
  5. As gestantes devem realizar o pré-natal.

O que devo fazer se for bloqueado?

Beneficiários flagrados no pente fino de um cadastro único têm até 60 dias para ir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para normalizar sua inscrição. Feito isso, o beneficiário será desbloqueado como de costume e poderá receber parcelas retroativas de benefícios que foram suspensos durante o bloqueio do cadastro único.

Um segurado suspenso por violar as regras condicionais deve voltar a cumprir os critérios. Deve-se notar que o desbloqueio neste caso acontecerá automaticamente, mesmo que você não vá ao CRAS. Mas é importante que os beneficiários voltem a cumprir os critérios. Além disso, nesse caso, o segurado não tem direito a parcelas retroativas do Bolsa Família.

No caso de beneficiários com CPF irregular, antes de tudo, é preciso identificar o problema do seu CPF. Em caso de suspensão ou cancelamento, os brasileiros podem acessar o site da Receita Federal para normalizar os dados. Para CPFs pendentes, é importante que os brasileiros entreguem declarações do Imposto de Renda.

Os brasileiros que não estão em dia com o Tribunal Superior Eleitoral podem acessar o site do TSE para justificar sua ausência na última eleição. Esse processo também pode ser feito por meio do aplicativo e-Title (disponível para Android e iOS).

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias