28.7 C
São Paulo
quarta-feira, maio 22, 2024

Brasileiros com dívidas em lojas também podem negociar com o Desenrola Brasil; Saiba como

Veja mais

O programa de renegociação de dívidas, Desenrola Brasil, foi lançado na última segunda-feira, 17 de julho.
Imagem: Google

O programa de renegociação de dívidas, Desenrola Brasil, foi lançado na última segunda-feira, 17 de julho. Ele oferece uma oportunidade de renegociar suas dívidas de bancos e financeiras, bem como da sociedade de cartão de crédito e débito de loja.

Os principais varejistas do mercado já estão aderindo a essa iniciativa, pois é o Itaú quem emite os cartões. Além disso, outras instituições também participam de programas de negociação de dívidas de cartões parceiros. Portanto, você aprenderá a negociar dívidas nas lojas.

Programa Desenrola Brasil

É uma iniciativa federal que já ajudou milhões de brasileiros a quitar suas dívidas. Dessa forma, é possível contar com formas práticas de acabar com as dívidas pendentes.

Portanto, é preciso lembrar que a pendência do problema causa alguns prejuízos aos cidadãos. Em última análise, esses consumidores terão acesso limitado a linhas de crédito, financiamento e empréstimos. Além disso, o prejuízo também é grande para o governo, porque essas pessoas ficam sem poder aquisitivo, então deixam de arrecadar recursos.

Por isso, o programa Desenrola é uma medida que visa reduzir as dificuldades enfrentadas pelos negativos e ainda é benéfica para o governo. Isso torna o perdão de dívidas mais prático e fácil, trazendo conforto para os consumidores brasileiros.

Além disso, acabar com esse backlog representa uma arrecadação maior de bancos. Ou seja, mesmo que o valor negociado não seja o mesmo da dívida original, a instituição tem um valor que pode ficar sem pagamento.

Assim, a iniciativa conta com dois níveis de renda, referentes aos que recebem até dois pisos nacionais cadastrados no Cadastro Único e aos com remuneração mensal de até 20 mil reais. Mesmo assim, o pagamento das dívidas não pode ultrapassar os 5 mil reais.

Como negociar dívidas em uma loja

Os varejistas também estão entrando na onda, já que Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santander já aderiram ao programa de renegociação de dívidas de clientes.

Por isso, Extra, Magazine Luísa, Pontojurio, Marisa, Açaí e Hipercard aderiram à iniciativa. Nesta primeira fase do programa, ocorrerão renegociações para quem testou negativo desde o primeiro dia de janeiro de 2019 e permaneceu na mesma situação até o fim do ano passado. Portanto, a dívida contraída neste ano de 2023 é impensável até agora.

Por fim, para participar, o consumidor já deve ter a renda mensal citada acima, e a dívida pode ser parcelada em pelo menos 12 meses. As taxas de juros já são um banco que define. Vale lembrar que, nessa fase de desvendamento, apenas a dívida bancária está incluída. Em outras palavras, estão excluídas as dívidas de eletricidade, água, balcão ou empréstimos estudantis.

No caso da Renner Store, as negociações são de responsabilidade da financiadora realizada pelo CFI, em seu site. Por outro lado, a renegociação no Magazine Louisa só é válida para débitos de cartão de loja.

Veja Mais

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias