19.9 C
São Paulo
quarta-feira, maio 22, 2024

Começa HOJE o Programa Desenrola Brasil para quem tem dívida com bancos; Veja como funciona e como participar

Veja mais

O governo federal lançou o programa Desenrola Brasil em cooperação com as principais instituições bancárias do país com o objetivo de ajudar as pessoas que enfrentam problemas de dívida.
Imagem: Google

O Governo Federal lançou o programa Desenrola Brasil em cooperação com as principais instituições bancárias do país com o objetivo de ajudar as pessoas que enfrentam problemas de dívida. Esse programa traz medidas que tentam normalizar a situação financeira dos brasileiros em dificuldades.

O Desenrola Brasil é dividido em duas categorias diferentes. O primeiro é destinado a quem está endividado desde 2019, e a dívida não ultrapassa R$ 5 mil. A segunda categoria é destinada a pessoas físicas com renda de até R$ 20 mil e permite até 12 parcelas.

Na primeira categoria, é preciso ter até dois salários mínimos e estar obrigatoriamente inscrito em um único cadastro. A medida tem como principal objetivo beneficiar famílias de baixa renda que enfrentam dificuldades econômicas.

É possível quitar dívidas de até R$ 100

A novidade anunciada por Marcos Pinto, chefe de reforma econômica do Ministério da Fazenda, é que os nomes de pessoas físicas com dívidas de até R$ 100 poderão ser normalizados. Essa notícia traz alívio para muitas pessoas que possuem dívidas de baixo valor e têm a oportunidade de resolver sua situação financeira.

A partir de hoje (17), os interessados podem começar a renegociar suas dívidas caso o valor em aberto seja de até R$ 100. Essa é uma ótima oportunidade para quem quer se livrar do atraso financeiro e reorganizar sua vida econômica.

O programa não perdoa dívidas, mas dá condições para que as pessoas negociem dívidas e encontrem soluções viáveis para normalizar sua situação financeira.

O Programa Desenrola oferece novas opções de renegociação

Embora o foco do programa seja a dívida bancária, há planos de expandi-la para cobrir outros tipos de dívida no futuro. Isso mostra a preocupação do governo de que isso ajude ainda mais pessoas a se reerguerem financeiramente.

O secretário de Reforma Econômica, Marcos Pinto, aconselha a todos a aproveitarem as excelentes ofertas de renegociação disponíveis aos bancos, visando sair da lista de limite de crédito. Essas oportunidades representam novos começos para muitas pessoas e permitem que elas reconstruam sua credibilidade financeira. A novidade esperada para setembro é o lançamento de uma plataforma digital para renegociação de dívidas. Funciona de forma semelhante aos leilões e proporciona mais praticidade e agilidade no processo de negociação.

Veja Mais

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias