17.4 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024

Oportunidade! Mulheres podem obter CNH grátis através da Chevrolet; Saiba como

Veja mais

Apesar do trânsito intenso no Brasil, apenas 35% dos motoristas são mulheres. Segundo estudo realizado pela Autoridade Nacional de Transportes (Senatran), o motivo desses dados é a falta de acesso a processos, renda, medo e até vontade.
Imagem: Google

Apesar do trânsito intenso no Brasil, apenas 35% dos motoristas são mulheres. Segundo estudo realizado pela Autoridade Nacional de Transportes (Senatran), o motivo desses dados é a falta de acesso a processos, renda, medo e até vontade. Quando o assunto é medo, 80% dos que dizem ter medo de dirigir são mulheres.

Por isso, para mudar o cenário de desigualdade no trânsito, a Chevrolet anunciou uma parceria com a ONG Plano Feminina. Com isso, a montadora vai oferecer 1 milhão de reais para que as mulheres interessadas possam finalmente conseguir a CNH. As doações são feitas por meio de plataformas de crowdfunding, onde pessoas físicas e outras empresas também podem doar.

Independência e liberdade

De acordo com Christian Lego, CMO da General Motors no Brasil, “as carteiras de motorista dão a essas mulheres independência, acesso e liberdade, e estamos iniciando esse movimento para mudar o cenário do trânsito e incentivar o fim do estereótipo de que as mulheres não podem dirigir bem. Na verdade, apenas 6% dos acidentes em São Paulo são causados por mulheres, e isso é justamente porque as mulheres prestam mais atenção ao dirigir.”

Além disso, a executiva disse ainda que as mulheres participantes do projeto serão acompanhadas pela GM e pelo Plano Feminina para garantir que o processo na autoescola seja concluído. Assim, Melina Oliveira, gerente de negócios do Plano Feminina, disse que as mulheres são selecionadas de acordo com critérios como renda e necessidade de CNH.

“Muitas vezes, essas mulheres se deslocam por horas entre estudar, trabalhar e casa, e ter CNH significa ter qualidade de vida e melhorar sua renda, emprego e até dignidade”, disse Melina.

Djamila Ribeiro imprime a campanha

A famosa filósofa e escritora Djamila Ribeiro completa 43 anos no próximo mês e ainda não tem carteira de motorista. Incentivada pela filha e com o desejo de mudar essa situação, Djamila inicia seu processo em uma autoescola com a GM. Durante a campanha, o escritor se torna protagonista de uma websérie que mostra os dias da turma até obter a carteira de motorista.

“Eu supervisiono muitas áreas da minha vida, mas nunca tive a oportunidade de ter CNH, viajo muito ultimamente e sinto falta de carros. Com o apoio da minha filha de 18 anos, percebi a necessidade de tirar uma carteira de motorista. Com isso, queremos influenciar também outras mulheres que ainda precisam se qualificar, assim como mulheres que já têm documentos, mas têm medo de dirigir”, disse Djamila.

Por isso, o carro escolhido para a campanha é o Chevrolet Tracker, que faz campanha pelo empoderamento feminino desde 2021. Entre os nomes de mulheres que já imprimiram propagandas de carros estão os nomes de Paola Carosera e Marina Senna. Por fim, Tarita Cardoso, diretora criativa da WMcCann e responsável pela campanha, disse que a montadora “está iniciando um movimento começando com um Chevrolet em favor da sociedade”.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias