17.4 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024

Bolsa Família: Programa abre inscrições para o mês de Setembro. Veja o que precisa para se inscrever

Veja mais

O novo período de inscrições de setembro já começou no Bolsa Família. Agora é a hora de as pessoas de baixa renda se qualificarem para programas sociais. No entanto, com prazos limitados para se candidatar às vagas, é importante ser ágil.

A Caixa Econômica Federal (CEF), banco estadual responsável pelo pagamento do Bolsa Família, continua liberando as parcelas de agosto. Mesmo que o calendário atual esteja ativo, segurados e potenciais novos segurados já criaram previsões na tabela a seguir. Mesmo após a implantação do pente fino, que eliminou milhares de beneficiários, o Bolsa Família já alcança mais de 21 milhões de famílias vulneráveis. Essas pessoas precisam fazer parte do sistema CadÚnico.

Quem ainda não se cadastrou nesse banco de dados deve solicitar o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) mais próximo de onde mora. O CadÚnico é a porta de entrada para o Bolsa Família em Setembro.

Neste mês, o calendário de pagamento do Bolsa Família de agosto começou no dia 18, pagando às pessoas vulneráveis um prêmio fixo de R$ 600. Os beneficiários do programa continuarão a ter a oportunidade de receber benefícios em dinheiro se atenderem aos critérios para o auxílio secundário.

O primeiro deles é um bônus de R$ 150 para até duas crianças entre 0 e 6 anos. O segundo é um valor adicional de R$ 50, que é pago a jovens entre 7 e 18 anos durante a gestação e lactação. Em ambos os casos, é fundamental comprovar boa frequência escolar e manter o cartão de vacina sempre em dia.

Em determinados cenários para gestantes e lactantes, recomenda-se realizar o pré-natal e todo o acompanhamento médico necessário após o nascimento do bebê. Esse público tem direito ao atendimento gratuito em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).




Como solicitar o Bolsa Família de setembro?

As famílias que desejarem se inscrever no CadÚnico no Bolsa Família devem apresentar um salário mínimo de até meio por pessoa, ou seja, R$ 651,00 ou um salário mínimo como renda familiar, uma renda mensal de R$ 3906,00.

Caso o seu grupo familiar atenda aos requisitos, procure o centro de referência do CRAS mais próximo do seu município. Vale ressaltar que é muito comum distribuir várias unidades pela cidade a fim de melhor atender cada área.

Veja como se inscrever para o registro pessoal

Para se cadastrar no CadÚnico, você deve:

  • Peça a alguém responsável pela família que responda às perguntas de registro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos de idade.
  • Para o responsável pelo domicílio, preferencialmente mulher, é necessário CPF ou título de eleitor.
  • Exceção: No caso dos responsáveis por famílias indígenas e quilombolas, qualquer um dos documentos abaixo pode ser apresentado. Não precisa ser CPF ou título de eleitor.

Documentos necessários para CadÚnico

Além disso, é necessário apresentar pelo menos um dos seguintes documentos de todos os membros da família:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • CPF.
  • Carteira de identidade (RG);
  • Certidão de nascimento administrativa indígena (RANI);
  • Cartão de visita;
  • O título do eleitor;
  • Conta de serviço dos últimos três meses.

Esses mesmos documentos devem ser apresentados ao CRAS durante a renovação cadastral.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias