28.7 C
São Paulo
quarta-feira, maio 22, 2024

LIBERADO! INSS autoriza aposentadoria por invalidez para portador de diabetes; Veja como solicitar

Veja mais

Os benefícios de aposentadoria por invalidez são pagos a pessoas que têm problemas de saúde ou que tiveram um acidente que as impede de trabalhar. E agora o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) aprovou a liberação desse tipo de aposentadoria para casos mais graves de diabetes.

Para que um diabético receba um benefício de aposentadoria por invalidez, ele deve contribuir para o instituto por pelo menos 12 meses. Casos excepcionais de exigência de período de espera só se aplicam se o distúrbio estiver diretamente relacionado ao próprio diabetes, como neuropatia diabética, retinopatia diabética ou doença renal crônica devido ao diabetes.

Quem tem direito à aposentadoria por invalidez em 2024?

  • Ser contribuinte do INSS ou ter outros vínculos com a Previdência Social para conseguir a aposentadoria.
  • Comprovar sua incapacidade por meio de exame médico enviado ao INSS e avaliar sua saúde para determinar se ele tem condições de continuar trabalhando.
  • Para cumprir o período de carência associado ao número mínimo de contribuições que o segurado deve fazer para ter direito aos benefícios, as contribuições devem ser feitas por pelo menos 12 meses, exceto no caso de uma doença grave previamente listada.

Lista de doenças isentas do período de carência do INSS

  • Tuberculose ativa;
  • Hanseníase;
  • Transtorno mental grave, desde que esteja cursando com alienação mental;
  • Neoplasia maligna;
  • Cegueira;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Cardiopatia grave;
  • Doença de Parkinson;
  • Espondilite anquilosante;
  • Nefropatia grave;
  • Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante);
  • Síndrome da deficiência imunológica adquirida (Aids);
  • Contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada;
  • Hepatopatia grave;
  • Esclerose múltipla;
  • Acidente vascular encefálico (agudo);
  • Abdome agudo cirúrgico.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias