26.1 C
São Paulo
quarta-feira, maio 22, 2024

Você pode ter um descontão de até 35% no pagamento da conta de energia; Saiba se tem direito

Veja mais

Já pensou em descontar até 35% na conta de luz? Isso é possível no Brasil, desde que você seja um dos beneficiários dessa iniciativa.
Imagem: Reprodução/Canva Premium

Já pensou em descontar até 35% na conta de luz? Isso é possível no Brasil, desde que você seja um dos beneficiários dessa iniciativa. É importante destacar que o Brasil é um dos sete países que mais consomem energia no mundo. Esses dados foram apresentados em um estudo do Banco Mundial.

De acordo com o mesmo estudo, o desperdício de energia é em média de 43 terawatts-hora por ano (TWh/a). Esse resíduo equivale ao potencial de atender cerca de 20 milhões de domicílios. Grande parte desse desperdício vem do setor empresarial. Para obter mais informações, consulte:

Descontos de até 35% na conta de energia: como é possível conseguir?

Com o objetivo de resolver essa situação, a Lead Energy, empresa especializada em soluções energéticas, decidiu lançar um novo recurso para as instituições que compõem o setor corporativo. Dessa forma, bastando utilizar a fatura de energia, a empresa pode fazer upload de documentos dentro da plataforma Lead, https://www.leadenergy.com.br/ e trocar o fornecedor de energia tradicional por outro fornecedor de energia.

Dentro dessa possibilidade, os clientes também podem ver de quais custos podem se livrar ou quais taxas são consideradas desnecessárias. Essa iniciativa funciona como uma espécie de reserva de energia que é realizada diretamente com o fornecedor, e dessa forma você pode economizar até 35% no valor da sua fatura caso decida aceitar a troca do fornecedor de acordo com a sugestão do lead.

Raphael Ruffato, CEO da Lead Energy, disse que a análise no sistema é concluída em segundos. Por sua vez, é possível mostrar todas as possibilidades de poupança por meio de diversas estratégias consideradas mais sustentáveis. Segundo o CEO, a solução é focada em empresas sediadas em São Paulo que custam R$ 5 mil por mês na conta de luz.

Quais empresas podem participar desse mercado livre de energia?

É importante ressaltar que o negócio da Lead deve se expandir para consumidores residenciais. Por enquanto, apenas empresas podem integrar essa iniciativa. Segundo informações da própria empresa, apenas grandes empresas com contas superiores a R$ 50 mil por mês com alta tensão podem participar desse mercado livre de energia.

Isso permite que as empresas escolham a duração, o fornecedor, o contrato e o tipo de energia. Como mostram os dados, há cerca de 11,5 mil empresas negociando cerca de 160 bilhões de reais por ano. Nos últimos 20 anos, o sistema reduziu despesas em R$ 339 bilhões. Só no ano passado foram 41 bilhões de reais.

Em maio, o custo em torno da energia, um dos componentes do preço da energia elétrica, foi de R$ 284 por MWh no mercado regulado. Quanto aos chamados participantes do mercado livre, as empresas pagaram 69% a menos, totalizando R$ 89 MWh.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias