17.4 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024

Atenção beneficiários: INSS fará novo pente-fino que irá cortar R$ 20 BILHÕES, Saiba se você será afetado

Veja mais

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é caracterizado como autossuficiente pelo governo federal brasileiro, que atua em conjunto com o Ministério do Trabalho e Previdência Social, que recebe contribuições mensais dos trabalhadores e permite que eles continuem operando o regime geral de seguridade social.

A Previdência Social paga ao segurado os benefícios fornecidos pelo INSS. Entre as oportunidades oferecidas pelo município estão aposentadorias por morte, auxílio-doença, aposentadoria, salário-maternidade e outros benefícios disponíveis no âmbito das atividades exclusivas do país.

Além disso, o INSS está promovendo pentes finos que podem economizar cerca de 20 bilhões de reais com os benefícios oferecidos pela autossuficiência. Então aqui estão aqueles que podem ser afetados!

Novo pente fino do INSS poderá ter corte de 20 bilhões de reais

O setor econômico do governo se comprometeu recentemente a aprovar uma lupa em termos de grandes despesas orçamentárias, especialmente benefícios previdenciários que devem custar R$ 913,94 bilhões, o equivalente a 8% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano que vem. Segundo as autoridades, a intenção é cortar 20 bilhões de reais referentes a erros ou golpes.

No entanto, entre especialistas em previdência e contabilidade pública, o número é considerado muito otimista. Eles ressaltam que o chamado “pente fino” deve funcionar como uma medida que permanece dentro da agenda nacional e que pode trazer eficiência e equidade aos gastos públicos. No entanto, eles duvidam que o governo consiga atingir sua meta de reduzir dezenas de bilhões de reais dos lucros oferecidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O objetivo de promover pentes finos em pagamentos autossuficientes foi confirmado pelo secretário de Orçamento Federal durante entrevista recente. Um grupo de trabalho foi criado para que o governo possa avaliar o potencial de reduções. O grupo em questão começa com uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2018.

O Governo também enfatizou que consideraria mais de perto a maior rubrica orçamentária, que é a Previdência Social no momento. A partir disso observamos o espaço deixado no INSS para corte, de forma semelhante ao que é feito com o Bolsa Família.

O que dizem os especialistas sobre a redução do INSS?

Especialistas ressaltam que não estão tão otimistas com os cortes. Isso porque, antes de tudo, é importante atualizar suas estimativas para considerar as reformas da Previdência que ocorreram recentemente. Eles acham importante avaliar até onde uma revisão de registro pode ir.

Eles também ressaltam que os cortes podem ter um impacto positivo, mas não tanto quanto apontado como uma possibilidade. Além disso, o valor deve ser corretamente identificado para que o INSS consiga realizar uma parada de cerca de 2,5% do lucro existente.

Veja Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias