Aposentado ou pensionista do INSS pode receber o Auxílio Brasil? Entenda o que diz as regras do programa.

Imagem: Reprodução/Google




O aumento da pobreza no país tem aumentado a demanda pelo Brazil Aid, um programa de transferência de renda para substituir o Bolsa Família. No entanto, o acesso aos benefícios é restrito ao público, que atende a todas as regras estabelecidas, como o registro em cadastro único (CadÚnico).


Outro critério muito importante é tornar-se membro de uma família em situação de extrema pobreza (renda mensal de até R$105 por pessoa) ou pobreza (renda mensal de até R$201 por pessoa). Neste segundo caso, é necessário ter na composição pelo menos uma gestante, uma mãe lactante ou menor de 21 anos de idade.


E podem se candidatar aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Pesquisas Previdenciárias) para assistência brasileira? Essa é a questão de muitos segurados que vivem sob pressão, apesar de sua renda mensal.


Segurados do INSS e Auxílio Brasil


Desde que todos os requisitos acima sejam atendidos, os segurados do INSS poderão receber remessas mensais do programa. Basta que a renda per capita de sua família não ultrapasse os limites acima.


Por lei, as anuidades e anuidades pagas pelo Instituto não devem ser inferiores ao salário mínimo (R$1.212). Portanto, uma família deve ter pelo menos seis membros e depender exclusivamente da renda de aposentados ou pensionistas para atender aos critérios de pobreza.


Auxílio Brasil em Agosto


Deste mês até Dezembro, o valor do benefício foi elevado para R$600. Esse aumento foi possível graças à liberação de bilhões de reais por meio da chamada PEC Eleitoral, válida até Dezembro.


Além disso, o calendário estava programado para o período de 9 a 22 de Agosto, enquanto a primeira largada estava marcada para o dia 18. Outra novidade foi que cerca de 2,2 milhões de novas famílias foram incluídas na folha de pagamento da Ajuda Brasileira.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem