Atenção! Preço da gasolina cai e novo valor SURPREENDE os motoristas; Confira




Devido à redução do Imposto sobre Distribuição de Bens e Serviços (ICMS) com foco nos serviços de combustíveis, energia elétrica, transporte público e telecomunicações, os preços da gasolina no Brasil apresentaram boa queda no posto.


No mês passado, apenas em Julho, o valor cobrado pelos derivados de petróleo da bomba diminuiu em R$ 1,32. Isso significa que o preço médio do combustível diminuiu 17,9%, passando de R$7,39 para R$6,07. Os dados são da Agência nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


O ICMS é um imposto estadual, imposto e definido pelo Estado. Até então, antes da lei de fixação, o valor de referência era alto. O estatuto prevê limites de 17% e 18% sobre itens considerados essenciais, como o combustível, o que permitiu ao produto limitar seu maior valor no último mês.


Petrobras anuncia cortes nos preços dos combustíveis


Além das reduções de ICMS, a Petrobras também anunciou novas reduções no valor das transferências de combustíveis para as distribuidoras. Atualmente, a definição do preço da gasolina é realizada da seguinte forma:


  • Petrobras - 36%;
  • ICMS - 27%;
  • etanol anidro - 13%;
  • Cide PIS/Pasep e Cofins - 10%;
  • Distribuição e revenda - 14%.


Quanto ao etanol, a queda no mês passado foi de 11,84%, mas o preço médio do diesel é de R$4,52.


O álcool parece ser mais vantajoso, mas a gasolina ainda é mais inflamável. Neste caso, você precisa considerar valores e eficiência energética para ver qual deles é o mais valioso.


Queda nos preços da gasolina no estado


No Brasil, todos os estados apresentaram queda nos preços da gasolina. O maior declínio foi observado no Rio de Janeiro, que até então era considerado um dos locais onde o custo das bombas era mais alto. Veja a lista de reduções abaixo.


Acre – R$1,34;

Alagoas – R$ 1,28;

Amapá – R$ 1,27;

Amazonas - R$ 0,86;

Bahia – R$ 1,60;

Ceará – R$ 1,32;

Distrito Federal – R$ 1,73;

Espírito Santo – R$ 1,47;

Goiás – R$ 1,65;

Maranhão - R$ 0,76;

Mato Grosso – R$ 1,08;

Mato Grosso Do Sul – R$ 1,53;

Minas Gerais – R$ 1,72;

Pará – R$ 1,36;

Paraíba – R$ 1,24;

Paraná – R$ 1,55;

Pernambuco – R$ 0,89;

Piauí – R$ 1,05;

Rio de Janeiro – R$ 1,74;

Rio Grande do Norte – R$ 1,30;

Rio Grande do Sul – R$ 1,10;

Rondônia – R$ 1,46;

Roraima – R$ 0,90;

Santa Catarina – R$ 1,33;

São Paulo – R$ 1,08;

Sergipe – R$ 1,23;

Tocantins - R$ 1,26.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem