Atenção! Petrobras anuncia mudanças em suas tarifas reduzindo o valor do GÁS DE COZINHA.Veja!

Imagem: Reprodução/Google




Cinco meses após o reajuste, a Petrobras anunciou mais uma queda no preço do gás de cozinha (GLP) para a semana. A redução do BRR de 0,20 por quilo de gás será repassada diretamente às distribuidoras e poderá ser convertida em desconto de BR2,60 no preço da lata para o consumidor final.


Essa ação reduziu o preço em 4,7% e foi uma escolha da própria empresa para se manter dentro dos preços utilizados como referência e evitar transferir a variação de preço fixo para o cliente final através da volatilidade cambial. 


A última variação no preço desse combustível, que está presente nas casas brasileiras, ocorreu em abril deste ano, quando o preço médio de uma lata caiu 3,27 reais e um produto de 13 kg começou a ser vendido por cerca de 54,94 reais.


O preço do gás de cozinha na contramão da inflação


O setor alimentício da população brasileira sofre com constantes mudanças nos preços dos itens básicos. Do leite à lata de gás, é necessário produzir alimentos na maioria das casas do país. 


Essas mudanças são constantemente passadas para o preço final, afetando o bolso do consumidor, que acaba deixando alguns produtos populares na prateleira do supermercado e escolhendo cada vez menos opções saudáveis.


Esse ajuste, causado pela inflação, geralmente atinge fortemente o comprador, são preços que cresceram 25%, 70% ou até 100% em poucos meses. A escolha da Petrobras para desvalorizar o gás de cozinha é uma pequena diluição para todos os outros aumentos que afetam principalmente as famílias de baixa renda.


Acesso ao auxílio ao gás


O programa do Governo Federal, que distribui em meses alternativos o valor de meia caixa por família, teve que dobrar seu valor nos últimos meses para ajudar a posicionar os grupos mais vulneráveis. O valor passou de US$ 53 para US$ 110, após ajustes. 


Este programa inclui mais de 5,5 milhões de beneficiários cadastrados no Cadunico e têm renda familiar per capita inferior ou igual a metade do salário mínimo. Eles podem ser montados com outros auxílios governamentais, levando em conta que a renda não excede o limite prescrito.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem