AUXÍLIO BRASIL é pago para um novo grupo nesta SEXTA-FEIRA! Acompanhe

Imagem: Reprodução/Google




Começou! O cronograma de pagamento do Auxílio Brasil para Setembro está ativo a partir da última Segunda-Feira (19). Nesta Sexta-Feira, (23), é a vez do beneficiário receber parcelas no valor de R$5 com o Número de Identificação Social (NIS) terminando em R$600.


Os R$600 da Ajuda Brasil serão pagos diretamente em uma conta poupança social digital administrada pelo aplicativo Caixa Tem. A plataforma tornou-se popular ao oferecer um grande número de produtos e serviços que são muito viáveis e gratuitos.


Isso significa que, ao contrário dos bancos tradicionais, os clientes de caixa não têm que pagar uma taxa de serviço pelo uso do recurso. Assim, você pode movimentar digitalmente a Ajuda Brasil para fazer pagamentos, fazer transferências e carregar seu celular com cartões de débito virtuais, códigos QR, Pix e códigos de barras.


É importante ressaltar que o valor de R$ 600 pagos pela Brazil Aid tem prazo de validade. Considerando que o aumento de R$200 foi promulgado a partir da PEC do benefício, foi necessário decretar um estado de desastre público. Essa foi uma brecha que foi descoberta para burlar leis que impediam a concessão e promoção de iniciativas sociais para o ano eleitoral.


Portanto, a partir do momento em que o texto foi promulgado, foi definido automaticamente um prazo de R$600 para a viabilidade do auxílio brasileiro. Considerando que a primeira parcela foi paga em agosto, o cronograma termina em dezembro de 2022.


R$ 600 não serão mantidos no próximo ano, a menos que o governo federal consiga aumentar o investimento em auxílio ao Brasil em 2023 por meio do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), que já está em análise na Assembleia Nacional. Portanto, a partir de janeiro de 2023, o benefício retornará ao valor recentemente fixado em R$400.


Quem pode participar da assistência do Brasil?


Para ser membro do quadro de beneficiários da assistência brasileira, é preciso se cadastrar no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico). O sistema é uma espécie de banco de dados que coleta informações sobre pessoas de baixa renda no Brasil. A partir daí, os cidadãos são direcionados para iniciativas sociais conforme necessário.


O CadÚnico tem regras próprias, como validação salarial. Por exemplo, um familiar que queira se cadastrar no sistema deve apresentar três salários mínimos: renda mensal de até metade do salário mínimo por pessoa, ou seja, R$606,00 ou renda familiar, R$3.636,00.


De acordo com esse perfil, os cidadãos podem ser incluídos no Brasil, desde que sua renda familiar per capita se encaixe em linhas de pobreza extrema ou pobreza, onde podem variar entre R$105 e R$210.


Em seguida, há três possibilidades para o Brasil receber auxílio.


Se você já teve um Bolsa Familia: Ajuda Brasil será pago automaticamente.

Se você está no Cadúnico mas não recebeu o Bolsa Família: ele vai para a lista preliminar.

Se você não estiver no CadÚnico, você terá que solicitar uma aula para inscrição, sem garantia de recebimento.


É muito importante lembrar que uma família deve consistir em alguns dos seguintes componentes:


  • Crianças;
  • Gestantes;
  • Mães que ainda estão em processo de amamentação;
  • Adolescentes;
  • Jovens de 0 a 21 anos são imperfeitos.


Calendário de Ajuda do Brasil para Setembro


19 de setembro – NIS final 1;
20 de setembro – NIS Final 2;
21 de setembro – NIS final 3;
22 de setembro – NIS final 4;
23 de setembro – NIS final 5;
26 de setembro – NIS final 6;
27 de setembro – NIS final 7;
28 de setembro – NIS final 8;
29 de setembro – NIS final 9;
30 de setembro – NIS final 0.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem