Confira se você tem direito a receber medicamentos na Farmácia Popular.

Imagem: Reprodução/Google




Hoje trouxemos algumas informações para ver se você tem direito a receber medicamentos na farmácia popular. De fato, o programa é o meio mais simples de proporcionar às populações mais pobres acesso a medicamentos de uso constante.


Além disso, sem a ajuda deste programa, ele pode ter custos muito altos no final do mês. Especialmente os idosos, que geralmente precisam de uma quantidade maior de medicamentos a cada mês.


Portanto, uma farmácia popular pode ser de grande benefício para aqueles habitantes que muitas vezes dependem apenas da aposentadoria para sobreviver.


Se você precisa de certos medicamentos, e quer saber se você pode obtê-los através do programa do governo federal, fique conosco. Então saiba mais sobre esse tema muito importante.


O que é a farmácia popular?


O Programa Farmácia Popular no Brasil é uma criação do governo federal. De fato, visa auxiliar a população na implantação e disponibilidade de medicamentos geralmente utilizados na atenção primária à saúde, na atenção primária à saúde.


Esse auxílio vem através de parcerias governamentais com farmácias de todo o Brasil. Nesse trabalho conjunto com a rede privada, os cidadãos podem obter seus medicamentos, não apenas em unidades básicas de saúde ou em unidades municipais de farmácia.


O acesso também está disponível em farmácias privadas, desde que sejam credenciadas para o programa de farmácia popular.


Quais medicamentos a Farmácia Popular oferece


Como vimos acima, o Programa Farmácia Popular é uma parceria entre o governo e muitas empresas farmacêuticas privadas em todo o país.


Dessa forma, é possível encontrar medicamentos gratuitos para várias doenças. Entre os tratamentos fornecidos pelo programa, você pode encontrar:


  • Tratamento diabete;
  • Tratamento da asma;
  • Pressão alta;

Além desses medicamentos gratuitos, o programa também oferece suporte para uma parcela do valor dos tratamentos para dislipidemia, rinite alérgica crônica, doença de Parkinson, osteoporose, doenças oculares, contraceptivos e até fraldas adultas.


Se o paciente comprovar a necessidade de uso de um desses tratamentos, o Ministério da Saúde paga até 90% do valor do cronograma do medicamento. Assim, deixe o resto às custas do cidadão.


Quem tem direito aos medicamentos?


Todo cidadão tem direito a medicamentos gratuitos. Para isso, deve ser comprovado, por meio de laudo médico, que ele sofre de uma das condições descritas, como diabetes ou hipertensão, por exemplo.


Quanto a subsidiar parte dos custos de outros tratamentos ou para o envelhecimento das fraldas, também é possível que qualquer cidadão desfrute do programa. Mas há uma condição para a realização.


O cidadão deve ir a uma das farmácias credenciadas pelo Programa Farmácia Popular, com os documentos necessários para ser incluído na base de dados do Ministério da Saúde.


Na verdade, este é um dos poucos programas do governo federal que não exige renda mínima ou matrícula no CADúnico para programas sociais.


Como posso acessar os medicamentos oferecidos pelo programa?


Como mencionamos brevemente acima, além do acesso ao programa, não é necessário que o cidadão forneça qualquer comprovação de renda ou qualquer coisa.


Se você quiser participar, receber medicamentos com uso constante gratuitamente, ou apoio de parte dos cursos em outros casos, é bastante simples. Sim, basta ir a uma das unidades de farmácia credenciadas pelo popular programa de farmácia no Brasil.


Em geral, tais instituições exibem um painel ou pôster na fachada. Assim, o que indica que existe uma unidade de farmácia popular.


Nessa ocasião, é necessário ter os documentos necessários em mãos. Veja mais detalhes abaixo.


Quais documentos são necessários para adquirir os medicamentos da farmácia popular


Depois de localizar um farmacêutico parceiro para o popular programa de farmácia no Brasil, basta passar para a unidade. Mas para fazer isso, vá com os seguintes documentos em mãos:


  • Documento oficial com foto. Pode ser a carteira de identidade do requerente, carteira nacional de habilitação ou carteira de trabalho;
  • O número do cpf do requerente;
  • Prescrição médica, que está dentro do prazo de validade, mesmo que seja de redes privadas;

Para garantir o apoio governamental à aquisição de fraldas envelhecidas, é essencial que o paciente tenha mais de 60 anos ou tenha uma deficiência.


Neste caso, também deve ser apresentado um atestado médico indicando o uso de fraldas.


Agora que você sabe se você tem direito a receber medicamentos da farmácia popular, e o que for preciso, encontre uma unidade parceira para o programa ao seu lado. Então pegue os documentos e simplesmente pegue seus remédios.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem