Presidente Lula diz que BNDES vai voltar a bancar projetos em outros países; Entenda detalhes

Imagem: Reprodução/Google



Em reunião com empresários argentinos e brasileiros em Buenos Aires, o presidente Lula (PT) disse que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai refinanciar recursos para obras de engenharia em outros países.


Nos últimos quatro anos, o BNDES deixou de emprestar recursos para trabalhos realizados no exterior. Além disso, na última década, realizamos auditorias sobre o financiamento para os países latino-americanos e não encontramos problemas.

De acordo com o discurso de Lula, a ideia é apoiar as empresas brasileiras envolvidas no projeto. Assim, o Brasil apoiará o crescimento dos países vizinhos e criará novas oportunidades de negócios.


Lula pretende fortalecer relações brasileiras


Durante o evento, Lula disse que o Brasil precisa desempenhar seu papel na América Latina. Portanto, os empréstimos do BNDES serão uma forma de estreitar as relações com o país e seus vizinhos


Segundo o presidente, a Argentina é o terceiro maior destino de exportação do Brasil e um dos principais compradores da América Latina. Portanto, é necessário avaliar o papel do país na economia brasileira. O Brasil importa trigo da Argentina e vende carros e peças para países vizinhos.


Além disso, já existem obras com as quais você pode contar com o financiamento das BNDES apresentadas por Lula. O Governo Argentino está interessado em recursos brasileiros para construir um gasoduto que facilite as exportações para o Brasil.


O gasoduto ligará a área de mineração de Vachamuelta, na Patagônia, ao Brasil e será responsável pelo transporte de gás de xisto para o Brasil. As autoridades argentinas disseram que os recursos necessários para a realização do projeto são de R$ 3,5 bilhões.


Acordo relativo à exportação de fabricantes


Além disso, durante a visita de Lula à Argentina, os dois países podem anunciar um acordo sobre a exportação de fabricantes, semelhante ao que seus vizinhos têm com a China.


Nesse caso, os bancos brasileiros emprestam dinheiro a importadores na Argentina. O pagamento é feito do banco ao vendedor brasileiro, após o que é devolvido pelo argentino. A operação deve ser garantida pelos governos vizinhos

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem