O Benefício de Prestação Continuada pode ser suspenso? Confira!

Imagem: Reprodução/Google



Os benefícios continuados, também conhecidos como BPC, são benefícios estabelecidos pela Lei Básica de Assistência Social (LOAS), ou Lei 8.742, criada em 7 de Dezembro de 1993.


De acordo com o artigo 20º, você pode se beneficiar de:


"O benefício da provisão contínua é que pessoas com deficiência e idosos com mais de 65 anos garantem um salário mínimo mensal para provar que não têm meios de se sustentar ou prover às suas famílias.


Requisitos para recebimento do BPC


  • Cada familiar que resida com o benefício deve ter renda familiar não inferior a 1/4 do salário mínimo (R$303,00 em 2022).
  • Examinar a miséria social/de baixa renda de um requerente do BPC na avaliação social de seu local de residência por meio de assistente social no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em sua área.
  • Estar cadastrado e renovado no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • No entanto, apesar de haver benefícios além de muitas anuidades, o BPC pode ser interrompido, por isso é muito importante prestar atenção aos requisitos e não sair deles. Confira as razões que podem levar à suspensão dos benefícios.



Mudanças na Renda


O principal motivo para a paralisação do BPC/LOAS é a mudança na renda do grupo familiar. Quando o INSS receber informações de que a renda per capita do beneficiário tenha sido alterada, serão suspensos benefícios que não sejam inferiores a 1/4 do salário mínimo.


Em alguns casos, antes de suspender o INSS, os beneficiários são encaminhados com uma notificação para prestar uma explicação e informar se realmente ocorreu a mudança na renda per capita do familiar.


Caso o beneficiário seja notificado do esclarecimento, é possível fazer uma defesa administrativa dentro do prazo e evitar uma suspensão.


Se o INSS suspender sem aviso prévio, a presença dessa falta de aviso prévio pode fazer com que o tribunal conceda mandados de prisão solicitados para restabelecer o BPC LOAS.


Cadúnico desatualizado


O CadÚnico é um meio de coletar dados e informações que visem identificar todos os domicílios de baixa renda do país para inclusão em programas de assistência social.


Se você recebeu o BPC e seu cadastro está desatualizado, o INSS enviará uma notificação sobre a necessidade de se cadastrar no CadÚnico.


Aqueles que não receberam ou registraram uma carta de aviso terão seus benefícios bloqueados. O valor chegará à sua conta, mas você não poderá recuperá-lo.


Portanto, leva até 30 dias para contar com o INSS, pois sem essa comunicação, seus lucros serão suspensos. Se você não resolver a multa de pagamento do BPC, significa cancelar a oferta sem sequer ser enviado para sua conta bancária.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem