Auxílio Brasil de Setembro será antecipado? Confira detalhes

Imagem: Reprodução/Google


As famílias que recebem assistência brasileira precisam estar atentas às suas finanças. Isso porque, em Setembro, o pagamento não é esperado como aconteceu em Agosto. No próximo mês, o valor será liberado a partir do dia 19 e terminará no dia 30.


Assim, existe uma possibilidade do Governo Federal novamente optar por uma antecipação.


Assim, um familiar cadastrado com o número final de identificação social (NIS) 1 receberá o último 2 no dia 19, o último dia 2 no dia 20, os últimos 3 dias no dia 21 de Setembro e o dia 30.


No entanto, o Governo ainda não decidiu sobre o calendário da próxima rodada de ajuda ao Brasil. No entanto, os beneficiários acreditam que há esperança como aconteceu no mês passado.


Há quem diga que o governo federal está tentando prever um importante calendário de Setembro para o presidente jair Bolsonaro (PSL), pois será o último pagamento antes da primeira eleição, marcada para 2 de Outubro.


Se você não está agendado para pagar os benefícios, consulte a data em Setembro. Até agora, o cronograma de Setembro segue o mesmo anunciado pelo Ministério dos Direitos Civis no início deste ano.


Calendário de Setembro


Não estão previstos pagamentos de auxílios brasileiros para Setembro. Os beneficiários só podem contar com dinheiro a partir do dia 19.


  • NIS Final 1 – Recebe 19/09
  • NIS Final 2 - Recebe  20/09
  • NIS Final 3 – Recebe 21/09
  • NIS Final 4 - Recebe  22/09
  • NIS Final 5 - Recebe  23/09
  • NIS Final 6 - Recebe 26/09 
  • NIS Final 7 - Recebe 27/09 
  • NiS Final 8 - Recebe 28/09
  • NIS Final 9 - Recebe 29/09
  • NIS Final 0 - Recebe 30/09

Após Agosto, o valor médio do auxílio passará de R$400 para R$600 e será pago até Dezembro. A partir de Janeiro do ano seguinte, a família voltou a receber uma média de R$400 no prêmio de auxílio brasileiro.


Quem se qualifica?


  • Famílias em extrema pobreza;
  • Famílias em situação de pobreza;
  • Famílias em regra de emancipação.

As famílias que vivem em situação de extrema pobreza são aquelas cuja renda familiar mensal per capita é de até R$105,00 (105 reais) e aquelas cuja renda familiar mensal per capita varia de R$105,01 a R$210,00 (15 reais e 1 centavo e 200 reais).


Atualmente, um total de 20,2 milhões de beneficiários em estado de vulnerabilidade social recebem auxílio no Brasil.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem